Avanutri é a nova patrocinadora do Vasco

quarta-feira, 04/01/2023

A Avanutri, empresa que desenvolve softwares otimizadores de serviços de saúde, é a nova patrocinadora do Vasco da Gama. Com a parceria, a Avanutri vai fornecer equipamentos de avaliação física, nutricional e recovery de alta performance aos atletas cruzmaltinos.

A marca já estará estampada na camisa dos Meninos da Colina na estreia da Copa São Paulo de Juniores diante do Capital (TO), nesta quarta-feira (04/01), às 19h30. O contrato é válido até janeiro de 2025 Luiz Mello, CEO do Vasco da Gama SAF comentou sobre a importância da parceria.

– É importante o Vasco estar aberto ao Mercado e trazendo marcas novas para serem nossas parceiras. Estamos muito felizes com a chegada da Avanutri e esperamos que essa parceria seja duradoura, para além de 2025 – disse Luiz Mello.

CEO da Avanutri, Rodrigo Santana revelou o sentimento de alegria aos associar a marca ao Vasco da Gama.

– Uma alegria muito grande alinhar a nossa marca a um dos gigante do futebol brasileiro. Nosso objetivo é contribuir para o crescimento da base do Vasco com a nossa tecnologia em recovery e principalmente no cryo sport que é um equipamento que gera cryo e compreensão, onde os principais jogadores do mundo estão usando para seus recovery e agora a base do Vasco terá acesso a essa tecnologia inovadora – disse.

Sobre a Avanutri

A Avanutri foi fundada em 2004 para desenvolver soluções tecnológicas na área de avaliação física, Recovery e High Performance e tem como objetivo ser uma incubadora de tecnologias inteligentes. Atualmente está presente em diversas áreas esportivas auxiliando fisioterapeutas, fisiologistas e preparadores físicos na prevenção de lesões e recuperação de seus atletas com mais qualidade e rapidez, garantindo assim a alta performance. A companhia tem grandes parceiros, entre eles a Confederação Brasileira de Futebol, a Associação Uruguaia de Futebol, além de tradicionais clubes do futebol brasileiro, como Botafogo, Cruzeiro e Fluminense.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo