Barbieri elogia desempenho e vê progresso na equipe

sexta-feira, 03/02/2023

Por: João Pedro Isidro, São Januário

Na noite da última quinta-feira (02), o Vasco da Gama goleou o Resende por 5 a 0, gols de Pedro Raul (2), Lucas Piton, Gabriel Pec e Léo, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Carioca. O técnico Mauricio Barbieri concedeu entrevista coletiva após o jogo e falou sobre o desempenho da equipe, e valorizou o Diretor Técnico Abel Braga.

– Quero exaltar uma pessoa que é fenomenal que se chama Abel Braga. Estou tendo privilégio de trabalhar do lado dele, porque além de ser humano incrível é treinador competentíssimo. A gente sentou na sala, eu estava junto aos analistas e começamos a debater o que ia fazer. A gente não mudou grande coisa, fez ajustes simples. Ele é um cara que ajuda demais e eu não ia me sentir confortável se saísse dessa sala sem fazer essa referência a esse profissional que acho que merece respeito de todos nós do futebol brasileiro como um todo, porque é mais do que vencedor. É mais do que competente e além de tudo é um ser humano especial – disse Barbieri.

Com um bom resultado e um bom futebol apresentado, o treinador ressaltou que o trabalho é um processo, e que o objetivo maior neste momento é demonstrar melhora.

– A maior certeza é de que estamos no caminho correto. Eu tenho batido nessa tecla. É um processo, algo que vai levar tempo. Da mesma maneira que quando o resultado não veio não estava tudo errado, agora não vamos levar tudo ao céu. Acho que fizemos jogo muito bom, de altíssimo nível. Desde 2014, se a informação que recebi está correta, o Vasco não tem placar como esse. Estamos falando de 10 anos. Então acho que isso demonstra o nível de atuação que tivemos e tivemos mais chance de fazer resultado ainda melhor. A gente está em período que temos tido pouco tempo de treinamento, então ajustes foram de posicionamento no campo, coisa rápida, de vídeo – comentou Barbieri, que salientou que, apesar do bom resultado, a equipe ainda não está pronta e que precisa de muito trabalho para melhor ao longo da temporada.

– Falei após o primeiro jogo que ainda não era uma cara definitiva, era uma cara em formação. Acho que hoje a cara ficou mais bonita por conta do resultado (risos). Mas ainda está longe de estar pronta. Tivemos uma atuação fantástica, não deixamos o adversário criar em nenhum momento, tivemos várias oportunidades. A cada dia a gente espera estar melhor. A gente sempre imagina uma evolução linear. Mas não é assim, a vida não é assim, o esporte não é assim. Dentro dessa evolução vamos ter muitos altos e baixos. O importante é que a tendência sempre seja de crescimento – afirmou.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo