Bruno Nazário se diz confiante para a temporada e fala sobre parceria com Nenê

segunda-feira, 17/01/2022

Por: Breno Prata, São Januário

Logo após Vitinho, o meia Bruno Nazário foi oficialmente apresentado no CT Moacyr Barbosa, na tarde desta segunda-feira (17/01). O atleta optou pela camisa de número 7, avaliou a semana de trabalho junto ao grupo e disse estar se dedicando ao máximo para estar 100% fisicamente.

– Foi uma semana trabalhosa, estou me dedicando ao máximo para ficar 100% fisicamente. Fiz um amistoso, o Zé me colocou na ponta esquerda. Me senti super bem. Estou motivado para fazer um grande campeonato – disse Bruno Nazário.

Foto: Vitor Brügger/Vasco

Bruno Nazário atuou pela ponta esquerda no jogo-treino realizado no último sábado contra a Saferj. O meia revelou que prefere jogar pelo meio centralizado mas que se sentiu super bem atuando pelo lado do campo. O novo camisa 7 se colocou a disposição para atuar onde o técnico Zé Ricardo preferir e disse que o principal objetivo é garantir o acesso.

– Onde eu me sinto bem, confortável, é na meia centralizado. Mas, no amistoso, me senti super bem. Fui bem no amistoso. Tenho certeza que deixei uma pulguinha na cabeça do treinador. Mas estou à disposição, para ajudar do outro lado ou onde o Zé preferir. O objetivo é colocar o Vasco na Primeira Divisão – revelou Bruno Nazário.

Foto: Vitor Brügger/Vasco

Questionado sobre a possibilidade de formar uma dupla com Nenê, o meia disse que considera o camisa 10 uma referência. Bruno elogiou as qualidades de seu companheiro de equipe e disse que pretende ajudar muito aos atacantes nessa temporada.

– É uma referência, grande ídolo. O Nenê tem muita qualidade, com passes, certeza que vamos ajudar muitos os atacantes. Jogar ao lado do Nenê é fácil – afirmou.

Confira outros trechos da coletiva: 

Jogar no Vasco

– É um prazer imenso. É maravilhoso. Muito feliz pela oportunidade de estar aqui. Espero fazer uma grande temporada. Nosso maior objetivo todo mundo sabe que é subir para a Série A. Se Deus quiser vai dar tudo certo.

Jogar a Série B

– Série B é muito difícil, jogo truncado, não para. Para mim é o campeonato mais difícil que tem. Mas tenho certeza que vai dar tudo certo.

Prefere jogar com um 9 fixo ou que se movimenta?

Prefiro um falso 9, que venha buscar mais a bola. Facilita a movimentação.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo