Carabajal e Mateus Carvalho são apresentados no CT Moacyr Barbosa

quinta-feira, 27/04/2023

Por: Caio Almeida

Na tarde desta quinta-feira (27), o Vasco da Gama apresentou oficialmente mais dois reforços para a sequência da temporada 2023 no CT Moacyr Barbosa. Tratam-se dos meio-campistas Mateus Carvalho (à esquerda na foto) e Gabriel Carabajal (à direita na foto). Os atletas receberam as camisas 85 e 20, respectivamente, das mãos do Diretor Executivo de Futebol Paulo Bracks, e responderam perguntas dos jornalistas presentes.

Natural de Córdoba (ARG), Carabajal tem 32 anos e já teve o primeiro contato com a torcida Cruzmaltina, ao presenciar o duelo contra o Palmeiras (SP), no Maracanã, no último domingo (23), e exaltou a festa no estádio:

– Eu conhecia o Vasco desde a Argentina. Já haviam me falado sobre a força da torcida. Chegar ao Maracanã e sentir esse calor de tanta gente, foi uma loucura. Foi uma sensação maravilhosa – relatou o meia, que completou sobre a vontade de já atuar com a camisa do Gigante da Colina.

– Estou com muita vontade de jogar, de ajudar os meus companheiros. Tive a oportunidade de estar com eles e passar força no último jogo.

Mateus Carvalho é natural de Tucuruí, no Pará, e tem 21 anos recém-completados. Ele elogiou alguns nomes da posição do elenco e ressaltou a importância do trabalho em conjunto:

– São dois grandes jogadores. O Andrey, apesar de ser novo, é uma referência muito boa para mim, dentro e fora de campo. O Jair, mais experiente, também. Espero trabalhar junto com eles e dar o melhor pelo Vasco – disse Mateus, que também esteve presente no Maracanã e obteve o primeiro contato com a torcida.

– Foi uma sensação muito boa estar no Maracanã. Fiquei bastante impressionado com a torcida. Vou trabalhar forte para estar sentindo todo aquele calor o quanto antes.

Foto: Daniel Ramalho / Vasco da Gama

Confira a apresentação completa na VascoTV. O Vasco da Gama segue a preparação com foco no duelo diante do Bahia, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, na segunda-feira (1/5), às 20h, em São Januário.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo