Com gols de Estrella e Rayan, Sub-17 vence Fluminense e larga na frente nas quartas da Copa do Brasil

terça-feira, 17/05/2022

Pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil sub-17, o Vasco da Gama mediu forças com o Fluminense no Estádio de São Januário. Com gols de Estrella e Rayan, o Cruzmaltino confirmou a boa fase, venceu o Tricolor das Laranjeiras por 2 a 1 e largou na frente na briga por uma vaga na semifinal do torneio nacional.

Com o resultado, o Gigante jogará por um empate na partida de volta, que acontecerá na próxima quarta (24), às 21h30, em local a ser definido. Antes disso, porém, os Meninos da Colina terão um outro compromisso, no próximo sábado (21), às 10 horas, diante do Botafogo, no Estádio Nivaldo Pereira. É a partida de volta da semifinal da Copa Rio. No primeiro jogo, realizado no CEFAT, o Almirante venceu por 4 a 3.

O JOGO

Jogando em São Januário, o Vasco da Gama tomou a iniciativa e logo aos dois minutos criou sua primeira oportunidade, com Rayan. O artilheiro do sub-17 na temporada cobrou falta por cima da meta tricolor. O adversário respondeu pouco tempo depois, aos cinco, quando Agner arriscou de longe e obrigou Lecce a fazer uma boa defesa.

A oportunidade trouxe confiança ao Fluminense, que colocou o goleiro cruzmaltino para trabalhar outras duas vezes. Apesar do Tricolor ter boas chances, quem abriu o placar foi o Gigante de Colina. Aos 41 minutos, Paulinho fez boa jogada pela direita e serviu Estrella, que acertou um lindo chute da intermediária: VASCO 1 a 0. Antes do primeiro tempo chegar ao fim, GB quase ampliou para o time vascaíno.

Mesmo com a vantagem no placar, o Cruzmaltino não diminuiu o ritmo na etapa final. A maior prova disso é que o segundo gol saiu com nove minutos, novamente após boa jogada de Paulinho na direita. O camisa 2 fez um lindo lançamento para Rayan, que demonstrou frieza e tocou na saída do goleiro: VASCO 2 a 0. Em desvantagem, o Fluminense se lançou ao ataque e levou perigo para a meta defendida por Lecce. O Tricolor, entretanto, só conseguiu balançar as redes aos 17, com Crysthyan Lucas: Fluminense 1 x 2. Antes do árbitro decretar o fim da partida, o Fluminense buscou o empate, mas não obteve sucesso graças ao camisa 1 vascaíno. Lecce fez pelo menos três grandes intervenções.

Escalação do Vasco: Lecce, Paulinho, Luiz Felipe, Lyncon e Leandrinho; Matheus (Igor), JP (Jerônimo) e Estrella; Rayan (Kauan Kelvin), André e GB. Treinador: Gustavo Almeida.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo