Com homenagens à Dinamite, Vasco vence na Copinha e se classifica

terça-feira, 10/01/2023

Por: João Pedro Isidro, Assessoria de Imprensa

Sub-20 conquista terceira vitória em três jogos e vai enfrentar o Ibrachina

Em uma noite recheada de homenagens ao maior jogador da história do Vasco, Roberto Dinamite, que faleceu no último domingo (8), o Vasco da Gama venceu o Audax por 1 a 0 em jogo válido pela terceira rodada da Copa São Paulo de Juniores, em Osasco (SP). O gol cruzmaltino foi marcado pelo zagueiro Victão. Com a classificação, o Vasco vai encarar o Ibrachina na próxima fase.

Foto: Mauricio Rummens

O jogo

Com a chuva em Osasco, o gramado molhado atrapalhou as duas equipes. Precisando do resultado, o Audax saiu para o jogo, mas o sistema defensivo do Vasco foi bem. Nos primeiros minutos, o Vasco buscava as bolas longas em direção ao Rayan. Com a posse no campo de ataque, os Meninos da Colina trabalharam a bola na tentativa de construir jogadas de perigo.

Depois dos 20 minutos, o Vasco conseguiu segurar a bola no campo de ataque e criou as melhores chances. Caio Dantas finalizou, com categoria, de fora da área e a bola bateu na trave. No fim do jogo, após cruzamento na área, a defesa do Audax não conseguiu afastar e Paixão finalizou para fora.

Victão comemora o gol cruzmaltino (Foto: Mauricio Rummens)

Na segunda etapa o Vasco voltou com duas alterações, JP no lugar de Lucas Eduardo e Ykaro na vaga de Caio Dantas. A postura da equipe mudou, com uma marcação mais alta e não dando espaços para o Audax investir no ataque. A primeira boa chance do Gigante veio em escanteio curto cobrado por Ray para Julião, que cruzou na cabeça de Lyncon, mas a bola passou por cima do gol.

Aos 24, Julião cobrou falta de longe, Paixão desviou na primeira trave para trás, Róger cabeceou para o meio e Victão apareceu para desviar para dentro do gol, VASCO 1 a 0. Na comemoração, o atleta levantou uma camisa estampada com a frase “Dinamite, o maior de todos”. Aos 34, Rayan recebeu pela direita, invadiu a área e finalizou, mas o goleiro conseguiu desviar e a defesa afastou. Nos minutos finais, o Audax esboçou uma reação, mas a defesa do Vasco foi bem e o time não levou sustos. Após o término da partida, os jogadores vestiram a camisa em homenagem a Roberto Dinamite e foram até à torcida, onde cantaram juntos o nome do ídolo.

Escalação do Vasco: Pablo, Matheus (Victão), Lyncon, Róger e Julião; Lucas Eduardo (JP), Barros (Pereira) e Ray (Marlon Santos); Caio Dantas (Ykaro), Rayan e Paixão (André) – Técnico: William Batista

Fotos: Mauricio Rummens

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo