Com o time evoluindo, Barbieri revela expectativa para a Copa do Brasil

terça-feira, 21/02/2023

Na próxima quinta-feira (23), às 21h30, o Vasco da Gama estreia na Copa do Brasil diante do Trem (AP), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). O técnico Mauricio Barbieri falou sobre o que será necessário para o Vasco ir bem na competição.

– É uma competição diferente das outras, é uma competição em que você pode ser campeão com 14 jogos, apesar de se estender pelo ano todo, você não precisar estar bem o ano todo, você precisa estar bem quando ela acontece. A nossa expectativa é boa nesse sentido, eu acho que a gente chega num bom momento para fazer a estreia, numa sequência de jogos importante, apesar de estar num momento de desenvolvimento e evolução e com atenção total, por que se a gente não estiver concentrado pode ser surpreendido – falou o treinador.

O treinador falou sobre o trabalho que tem sido feito com os jogadores e o processo de evolução em busca da formação da identidade da equipe.

– Esse início de trabalho ou de desenvolvimento como a gente fala, além da construção de uma maneira de jogar, de uma identidade coletiva é um período de aprendizado. De eu conhecer melhor os jogadores e deles conhecerem o trabalho da comissão. Eu acho que nesse primeiro momento a gente tem conseguido aprender mais sobre os jogadores que a gente tem a disposição, tem tido boas surpresas com os meninos que tem entrado e tido um rendimento muito bom. A ideia é que a gente siga nesse processo, tornando nosso coletivo cada vez mais forte – disse.

Em constante cobrança de resultados, o treinador valorizou o trabalho que tem sido feito para o desenvolvimento da equipe e revelou ter convicção de que trabalho vai gerar bons resultados.

– Eu acho que não só a paciência, mas que ele coloque o foco dele, ou que tenha mais atenção no desenvolvimento da equipe. É claro que trabalhamos para o resultado, mas nesse momento ainda estamos areando a terra, semeando e regando. Estamos vendo essa muda crescer. Vão vir os frutos. Temos convicção disso.

 

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo