Doriva exalta união do grupo, elogia torcida e comemora título do Carioca

domingo, 03/05/2015

Doriva passando instruções durante o jogo contra o Botafogo – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Campeão do primeiro campeonato disputado no ano. Na tarde deste domingo (03/05), o Vasco conquistou seu 23º título do Campeonato Carioca, depois de vencer o Botafogo por 2 a 1. Comandante da equipe, Doriva não escondeu a alegria após a partida. 

Além de entrar para a história do Gigante da Colina, o treinador marcou seu nome também no futebol brasileiro, ao ser o primeiro técnico a conquistar o Campeonato Paulista e o Carioca em dois anos consecutivos.
– Estou muito feliz por conquistar no Rio e em São Paulo, mas muito mais feliz pela vitória dessa equipe, pelo comprometimento. Nosso trabalho foi reconhecido com este título. Não foi fácil. Diretoria nova, elenco novo, nós tínhamos que encontrar a equipe ideal, mas com muito trabalho conseguimos. É uma conquista com muitos méritos – falou Doriva.
Em outra oportunidade, Doriva declarou que o Vasco não tinha um banco de reservas, mas de reforços. Autor de dois gols nas partidas decisivas Rafael Silva reconquistou a vaga no time titular neste domingo.  Para o treinador, o segredo da conquista foi a união da equipe.
– Conseguimos agregar esse elenco. A gente procura ser frontal o tempo todo com os atletas e conseguimos tirar deles o melhor rendimento. Trabalhamos para que eles tivessem um nível de competitividade dentro do grupo, mas com respeito entre eles. Conseguimos fazer um campeonato muito bom, a equipe foi se fortalecendo – declarou.
Após a vitória, o Campeonato Brasileiro, que começa no próximo fim de semana (09 e 10/05), já entrou em pauta. Mesmo ressaltando que agora ainda é hora de comemorar o Estadual, o treinador já trilha os planos para a competição nacional.
– Durante a competição estávamos focados no Carioca. Amanhã já temos uma reunião para pensar nos nossos objetivos. O Brasileiro é totalmente diferente, muito qualificado. Queremos fazer um trabalho consistente, que nos faça pleitear uma vaga na Libertadores e dependendo da sequência dentro da competição buscar o título. Sabemos que não é fácil de conquistar, mas se tratando de Vasco temos sempre que ambicionar o mais alto – disse.
Para completar, Doriva exaltou a festa vascaína nas arquibancadas. 66.156 torcedores, entre vascaínos e botafoguenses, registraram o recorde de público nacional em 2015.
– Foi maravilhoso! Os mosaicos, os torcedores. Teve um momento do jogo que eu reparei umas luzes acesas no telefones na arquibancada. As torcidas fizeram um espetáculo à parte. Quem ganha com isso é o campeonato e nós que fomos coroados com o título – finalizou.