Em tarde atípica, Vasco fica no empate com o Resende

domingo, 25/03/2012

O Gigante da Colina foi surpreendido pelo Resende, que está invicto na Taça Rio, ao empatar por 1 a 1, neste domingo (25), em São Januário. O gol vascaíno foi marcado pelo artilheiro Alecsandro que chegou ao seu décimo gol na competição. Com o resultado, o Vasco fica na segunda colocação do grupo B com oito pontos.

A partida foi marcada pelas diversas homenagens ao ilustríssimo vascaíno Chico Anysio que faleceu na sexta-feira (23) como bandeiras e cartazes dos torcedores nas arquibancadas. Os jogadores entraram com uma camisa escrita “Chico Gênio Vascaíno Anysio” e uma faixa “Obrigado por tudo, Chico”, além de colocar os nomes dos personagens do ator no uniforme. Juninho, por exemplo, era o Professor Raimundo.

O jogo

Resende joga fechado e abre o placar em um contra-ataque

O Vasco entrou em campo com o time completo, diferente das rodadas anteriores do Campeonato Carioca. Cristóvão Borges optou pelas entradas de Allan e Juninho nos lugares de Eduardo Costa e Felipe, que atuaram como titulares na partida diante do Libertad (PAR), na última quarta-feira (21), válida pela Libertadores da América.

O Vasco iniciou o jogo indo para cima do Resende, valorizando a posse de bola, mas pecava na marcação deixando muitos espaços abertos para os contra-ataques do adversário, como a chance de Marcel, que recebeu entre a meia-lua e a marca do pênalti, finalizando para fora, rente à trave esquerda de Prass.

A partida ficou travada no meio de campo com o excesso de faltas das duas equipes, com as chances de gols tornando-se escassas. O Gigante da Colina levou perigo aos 18 minutos em uma finalização de muito longe do Reizinho, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa em dois tempos.

O Resende quase abriu o placar com o chute de Marcelo Regis, dentro da pequena área, mas a Muralha da Colina realizou um milagre, salvando o Vascão. Instantes depois, o time vascaíno respondeu em uma bela trama pelo lado esquerdo que terminou na finalização de Allan para a defesa de Mauro.

Aos 29 minutos, em mais um contra-ataque, o Resende marcou o gol com Elias, após um cruzamento rasteiro de Marcelo Regis. Com o placar adverso, o Trem Bala da Colina intensificou o seu ímpeto ofensivo, mas ainda sem conseguir vencer a forte marcação adversária que se fechava no seu campo defensivo em busca de mais um contra-ataque letal para decidir o jogo.

No último lance de perigo na etapa inicial, Alecsandro tabelou com Willian Barbio, entrou na área e chutou uma bomba de esquerda para uma grande defesa de Mauro.

Vascão pressiona e consegue empate

Para o segundo tempo, Cristóvão Borges colocou o Maestro Felipe no lugar de Juninho Pernambucano e Éder Luis no de Fagner. Com isso, Allan foi deslocado para a lateral-direita, posição em que atuou por diversas vezes, e muito bem, na temporada passada.

Com a equipe mais ofensiva, não demorou em o Cruz-Maltino levar perigo à meta do Resende. Dedé tabelou com Allan, invadiu a área e chutou forte para a defesa do goleiro Mauro. Aos seis minutos, Felipe cobrou falta rápida para Éder Luis aparecer em velocidade, mas acabou cruzando em cima de Mauro, desperdiçando uma excelente chance.

Aos 11 minutos, Thiago Feltri sofreu pênalti, mas na cobrança dele, Alecsandro acabou batendo no meio e Mauro conseguiu salvar sua equipe ao defender a penalidade. Poucos minutos depois, Allan cruzou na cabeça de Dedé, mas o Mito pegou mal e a bola saiu pela linha de fundo. Willian Barbio, sozinho na entrada da pequena área, chutou por cima da meta adversária.

O Gigante da Colina seguiu melhor em campo, pressionando o Resende, que buscava em um contra-ataque fechar o placar. Ryan, que havia acabado de entrar em campo, escapou em velocidade pela direita, mas esbarrou na boa saída de Fernando Prass.

Aos 34 minutos, Rômulou deu um lançamento espetacular para Alecsandro. O camisa 9 demorou para finalizar e seu chute foi travado pela marcação. Dois minutos depois, o artilheiro da Colina empatou o placar com uma bela cabeçada. Na comemoração, exibiu com muito orgulho nome do personagem de Chico Anysio, Nazareno.

O Trem Bala da Colina, empurrado pela sua torcida, seguiu em busca da virada. Willian Barbio perdeu ótima oportunidade de fazer o segundo gol vascaíno, mas acabou cabeceando fraco para a defesa de Mauro. No último minuto do jogo, Thiago Feltri fez boa jogada individual e chutou cruzado e a zaga do Resende por muito pouco não desviou para dentro de sua meta e a partida terminou com o empate em 1 a 1.

Próximo jogo

O Vasco enfrentará o Macaé, em São Januário, às 16h, neste sábado (31). Na quarta-feira (28), o Cruz-Maltino fará a partida de despedida de Edmundo diante do Barcelona (EQU), na Colina Histórica, às 19h30.

 

FICHA TÉCNICA:
VASCO 1 X 1 RESENDE

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 25/3/2012 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz Antônio M. de Oliveira (RJ)
Cartões amarelos: Renato Silva, Felipe (VAS); Wellington, Hiroshi, Ryan e Denilson (RES)
Gols: Elias, 29'/1ºT (0-1); Alecsandro, 36'/2ºT (1-1)

VASCO: Fernando Prass, Fagner (Éder Luis, intervalo), Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri; Rômulo, Allan, Juninho (Felipe, intervalo) e Diego Souza (Abelairas, 27'/2ºT); William Barbio e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.

RESENDE: Mauro, Wellington (Ryan, 21'/2ºT), Gomes, Marcelinho e Filipe; Bertotto, Léo Silva, Hiroshi e Marcel; Elias (Emerson, 32'/2ºT) e Marcelo Regis (Denilson, 21'/2ºT). Técnico: Paulo Campos.