Fora de casa, Vasco perde para o Atlético-PR por 5 a 1

domingo, 08/12/2013

Após emplacar duas vitórias consecutivas na competição, o Gigante, para seguir na elite do futebol brasileiro, precisava vencer e torcer pelo tropeço de alguma das três equipes que estão a sua frente (Internacional, Criciúma ou Coritiba). Com isso, na tarde deste domingo (08), o Vasco visitou a equipe do Atlético-PR, em partida válida pela 38ª rodada do Brasileirão 2013. Mas, em campo, o Cruzmaltino acabou perdendo por 5 a 1. Com o resultado, o Vasco terminou o campeonato com 44 pontos.

O jogo

Após confusão na arquibancada, Vasco reage mas termina em desvantagem

Com forte apoio dos torcedores presentes na Arena Joinville, mas sem nenhum policiamento, o Gigante foi com tudo em busca do resultado. Aos dois minutos, após ataque rápido, o Vasco conseguiu escanteio. Na cobrança de Pedro Ken, a zaga adversária afastou o perigo. Na sequência, Yotún levantou a bola na área, mas o ataque não conseguiu a finalização. Mas, aos quatro, após cobrança de falta de Paulo Baier, a bola não tocou em ninguém e acabou entrando no gol. Em resposta, aos sete, após falta cobrada para a área do Atlético-PR, a zaga voltou a afastar.

Aos 11, Edmílson recebeu bom lançamento, avançou e chutou cruzado, mas a bola saiu em tiro de meta. Aos 13, Paulo Baier cobrou nova falta para a área, mas Cris conseguiu afastar de cabeça. Aos 16 minutos, houve uma grande paralisação por conta de uma briga generalizada entre os torcedores das duas equipes. Uma hora e dez minutos depois, a partida recomeçou.  Aos 17, o Vasco retomou a posse de bola e partiu para o ataque. Dois minutos depois, Yotún recebeu na direita e cruzou para a área, mas Weverton defendeu. Aos 27, após rápida roubada de bola no meio do campo, Ederson recebeu na área, cortou a marcação e bateu fraco para a defesa de Alessandro.

Dois minutos depois, Everton fez ótima jogada individual, mas foi travado por Renato Silva. Aos 30, após cobrança de escanteio, a bola ficou “viva na área”, mas a zaga do Atlético-PR afastou. No minuto seguinte, Marlone avançou pela esquerda e chutou forte. No rebote, Renato Silva tentou o cabeceio, mas a bola acabou saindo por cima do travessão. Aos 32, Ederson recebeu longo lançamento e bateu de primeira, mas Alessandro defendeu. Dois minutos depois, após intenso bate-rebate na grande área, Renato Silva não pegou bem na bola e ela saiu em tiro de meta.

Aos 37, Marlone recebeu lançamento de Edmílson, mas o árbitro assinalou impedimento. Aos 40, após boa jogada de Yotún, Edmílson recebeu na grande área e, após a rebatida do goleiro Weverton, empatou a partida. Três minutos depois, após jogada individual de Paulo Baier, Ederson recebeu livre na área e cabeceou no contrapé do goleiro Alessandro, marcando seu décimo nono gol no Brasileirão. E, aos 46, o árbitro encerrou o primeiro tempo.

Vasco vai ao ataque, mas não evita a derrota

Com a entrada de Bernardo no lugar de Wendel, o Vasco voltou precisando da vitória para permanecer na Série A. Aos cinco, Marcelo invadiu a área, mas perdeu a bola na dividida com o goleiro Alessandro. No minuto seguinte, Yotún tentou lançamento para o garoto Thalles, mas a zaga do Atlético-PR conseguiu o corte. Aos 12, Marlone e Edmílson conseguiram tabelar dentro da área, mas Luiz Alberto conseguiu cortar. Dois minutos depois, Marlone recebeu pela esquerda, avançou e chutou forte, mas Weverton defendeu. No rebote, Luiz Alberto chutou para longe, afastando o perigo.

Aos 18, após jogada individual de Paulo Baier, Marcelo recebeu na cara do gol, dominou e ampliou o placar. Aos 24, Tenório tentou uma jogada ofensiva, mas Weverton conseguiu se antecipar e ficou com a bola. Quatro minutos depois, João Paulo cobrou falta direta para o gol, mas Alessandro defendeu. Na sequência, Bernardo puxou rápido contra-ataque e tocou para Fagner, que cruzou para a área, mas Weverton defendeu. Aos 30, Everton saiu na cara do goleiro Alessandro, que conseguiu uma defesa espetacular. No rebote, Renato Silva afastou.

Aos 31, Edmílson recebeu belo cruzamento e cabeceou forte, mas Weverton conseguiu salvar em cima da linha. Dois minutos depois, Everton recebeu livre na área, mas Alessandro brilhou duas vezes e salvou o Gigante. Aos 37, Ederson aproveitou o cruzamento na área e, mesmo dividindo a bola com Yotún, conseguiu ampliar. Em resposta, Bernardo invadiu a área e conseguiu ganhar um escanteio. Mas, na cobrança, a zaga afastou o perigo. Aos 39, Zezinho avançou pela direita, cortou para o meio da área e chutou forte, mas a bola saiu em tiro de meta.

Aos 40, após rápido contra-ataque, Ederson recebeu na grande área e bateu forte, ampliando o placar. Em resposta, no minuto seguinte, Reginaldo recebeu na cara do goleiro Weverton, mas não conseguiu diminuir o placar. Aos 43, após cruzamento de Edmílson, Weverton se esticou e conseguiu evitar o gol de Reginaldo. E, aos 45, sem acréscimos, o árbitro encerrou a partida.

Ficha Técnica
ATLÉTICO-PR 5 X 1 VASCO

Local: Arena Joinville, Joinville (SC)
Data-Hora: 08/12/2013 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio S. Santiago (MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Gols: Paulo Baier, 04/1ºT (1-0); Edmílson, 40/1ºT (1-1); Ederson, 43/1ºT (2-1); Marcelo, 18/2ºT (3-1); Ederson, 37/2ºT (4-1);

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Maranhão (Juninho, 21/2ºT); Deivid, João Paulo, Paulo Baier (Zezinho, 21/2ºT) e Everton; Marcelo (Felipe, 32/2ºT) e Éderson. Técnico: Vagner Mancini.

VASCO: Alessandro; Fagner, Renato Silva, Cris e Yotún; Abuda, Wendel (Bernardo, intervalo), Pedro Ken e Marlone (Tenório, 20/2ºT); Thalles (Reginaldo, 27/1ºT) e Edmílson. Técnico: Adilson Batista.