Instagram Facebook Tiktok Youtube Twitter Flickr
Bandeiras
Futebol

Sexta-feira, 28/09/2018

Fabrício valoriza atuação e ponto somado contra o Santos no Brasileiro

Em ascensão no Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama conquistou na noite da última quinta-feira (27/09) um ponto importante diante do Santos, em pleno Pacaembu. Apesar de jogar fora de casa e ter saído atrás no marcador, o Cruzmaltino demonstrou valentia e buscou o empate durante a etapa final. O resultado igualar o número de pontos de Vitória e Bahia ma tabela de classificação.

– Sabíamos que o jogo seria difícil, mas queríamos pontuar. Era importante para nós fazer isso, então viemos para cá pensando na conquista da vitória, mesmo sabendo que jogar contra o Santos no Pacaembu nunca é fácil. Durante o primeiro tempo, defendemos bastante. Foi diferente no segundo tempo, pois conseguimos jogar mais no campo deles. Fomos premiados com o gol do Ríos e chegamos ao empate. Poderíamos até ter vencido – afirmou o experiente Fabrício.


Fabrício em ação contra o Santos no Pacaembu- Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Quando afirma que o Gigante da Colina teve chances de sair de campo com os três pontos, Fabrício não está falando da boca para fora. Embora não tenha criado muitas oportunidades no tempo inicial, o Almirante melhorou o rendimento ofensivo no segundo tempo e teve pelo menos três chances claras para marcar. Uma delas foi desperdiçada pelo próprio lateral-esquerdo, nos derradeiros minutos do duelo.

– Eu tive a bola do jogo nos meus pés, mas acabei não aproveitando. Quando recebi a bola, eu esperei um tempo para o Andrés Ríos passar. Ele gritou três vezes pedindo a bola e eu acabei tocando um pouquinho forte. Agora, depois de rever o lance, acho que poderia ter cortado para minha perna boa e finalizado. Tudo aconteceu muito rápido, uma questão de segundo, mas tomei a decisão errada. Estou devendo um gol para a rapaziada – declarou o camisa 6.

Por ter recebido o terceiro cartão amarelo, Fabrício não estará à disposição da comissão técnica para o próximo compromisso cruzmaltino pelo Campeonato Brasileiro. O experiente jogador, entretanto, revelou a expectativa para o duelo com o Paraná e demonstrou total confiança em boa atuação dos companheiros na segunda-feira (01/10), às 20 horas, no Durival de Britto, em Curitiba. 

– Não tem favorito, até porque futebol é 11 contra 11. O Santos entrou em campo como favorito conta a gente, mas fizemos um bom jogo e poderíamos até ter saído com a vitória. Infelizmente não vou estar poder jogar, tomei o terceiro cartão, mas tenho total confiança na rapaziada. Tenho certeza que eles vão dar o melhor para conquistar os três pontos. Comigo em campo ou não, o importante é o Vasco vencer – concluiu o agora meio-campista.


Compartilhe esta notícia
Cruz de Malta

Outras Notícias