Grasseli lamenta resultado contra o Ceará e pede reação imediata ao Vasco

terça-feira, 01/12/2020

A noite da última segunda-feira (30/11) não terminou da forma que os cruzmaltinos esperavam. Mesmo atuando em São Januário, dentro de sua casa, o Vasco da Gama não foi páreo para o Ceará e acabou sendo superado pelo placar de 4 a 1, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O resultado impediu a equipe vascaína de deixar o incômodo Z4 e se aproximar da zona de classificação para a Conmebol Sul-Americana de 2021. Ao término da partida, em entrevista coletiva, o auxiliar técnico Alexandre Grasseli, que substituiu pela segunda vez consecutiva o técnico Ricardo Sá Pinto na beira do gramado, avaliou o desempenho do Gigante da Colina.

– Tínhamos um plano de que o Ceará vinha jogar no contra-ataque. Cedemos espaço exatamente nesse aspecto que é tão importante em relação à equipe do Ceará. Quando você faz isso com uma equipe tão perigosa como o Ceará, a derrota infelizmente acontece. Realmente muito pesada, e nós temos que entender esse momento, reagir o mais rápido possível. Mas hoje sentir de certa forma o peso dessa derrota naqueles aspectos individuais e coletivos que tivemos hoje – declarou o profissional, acrescentando logo na sequência.

– Todos nós temos responsabilidades, atletas e comissão técnica. E todos assumimos nossa responsabilidade diante dessa vergonhosa derrota. E nós temos que entender que é vergonhosa. Vejo que dentro dos nossos domínios temos que ser mais aguerridos, vibrar um pouco mais, sentir um pouco mais. É importante que, desde o início, o adversário saiba o que queremos aqui em São Januário. E isso foi cobrado dos atletas, da comissão técnica. Nós temos que dar essa resposta o mais rápido possível – finalizou Alexandre Grasseli.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo