Joel Santana analisa empate entre Vasco e Oeste em Manaus

quarta-feira, 17/09/2014

Joel Santana- Foto: Marcelo Sadio – Vasco.com.br

Ainda sem perder desde que assumiu a equipe do Vasco, o técnico Joel Santana concedeu entrevista coletiva, após o empate de 1 a 1 desta terça feira (16/09) contra o Oeste, na Arena da Amazônia. Mesmo com gol ilegal do time adversário, o Natalino preferiu evidenciar os erros de sua equipe.

– O jogo estava equilibrado, e nós estávamos forçando mais o ataque. Aí o atacante achou um chute bonito. Se entrou ou não, eu não sei. Mas quando sai um desses você tem que se esforçar mais ainda para tirar a diferença. E com a torcida a favor, empurrando o time, nós colocamos mais um atacante, mais um jogador de frente. Isso tudo era necessário para forçar o jogo. Infelizmente, o nosso gol foi muito tarde. Porque quando sai aos 20, 25, 30 minutos, você força o jogo e tenta empurrar o adversário mais para trás. Então nós pecamos porque nossos atacantes não chegaram na área e pecamos também porque não jogamos pelo lado do campo – frisou o treinador

Sobre a 23ª rodada do Brasileiro Série B, Joel falou sobre a permanência na zona de classificação.

– O grande problema dos times no G-4 é que eles não perderam. Dos times que estavam atrás de nós, praticamente todos perderam. Só a Ponte Preta venceu. Poderia ter empatado ou perdido que manteríamos distância deles. Eles estão colados, ali atrás da gente. Nós, a Ponte Preta, o Ceará, estamos todos colados ali. Nós saímos de quatro jogos, sendo três fora. Vamos jogar agora em casa. Pena que nós vamos jogar um jogo fora, contra o Sampaio Correa (na próxima terça-feira), no Maranhão. Apesar de tudo isso. O importante é que sábado a gente volta à nossa casa, a São Januário, e vamos contar com o apoio da nossa torcida. Isso é fundamental para nos garantirmos no G-4 – completou.

Mesmo sem a vitória, os torcedores vascaínos do Norte do país fizeram bonito, e o técnico exaltou o apoio.

– Foi bom lembrar. Eu quero agradecer o torcedor que veio, colaborou, torceu, nos apoiou. Tudo isso é o amor pelo Vasco. Temos a certeza que este público não é à toa. Mas sim por tudo que o Vasco representa. Se tivermos uma próxima oportunidade de escolhermos um campo, eu acho que voltaremos a jogar aqui, escolheremos Manaus. É um local muito bom e eu estou muito agradecido pela torcida – destacou.

Próximo sábado (20/09), o cruz-maltino tem nova oportunidade de reencontrar o caminho das vitórias, contra o Náutico, em São Januário.