Jorge Henrique comenta sobre o gol da vitória no primeiro duelo e ressalta: “Temos de aproveitar as oportunidades”

terça-feira, 03/05/2016

Atacante falou sobre a primeira partida da decisão e se mostrou confiante para o segundo jogo


Jorge Henrique na sala de imprensa da Colina Histórica – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Autor
do gol da vitória no primeiro confronto da final do Campeonato Carioca, o
atacante Jorge Henrique conversou com os jornalistas após o treino da manhã
desta terça-feira (03/05). Na sala de imprensa de São Januário, o camisa 11
falou sobre a preparação para o duelo decisivo no próximo domingo (08).


A vantagem é mínima. Sabemos que não fizemos uma grande partida como fizemos
contra o Flamengo, mas provamos que o clube está unido, e quando passa da zaga
tem um grande goleiro. Temos a semana para a preparação e se Deus quiser vamos
fazer um jogo melhor do que fizemos no último domingo
– disse o
atacante.

O
resultado positivo no primeiro desafio deu uma vantagem ao Gigante da Colina para
o duelo decisivo. Com isso, o Botafogo precisa de uma vitória para, pelo menos,
levar a partida para a decisão por pênaltis. Jorge Henrique ressaltou a
importância de aproveitar as chances que surgirão no decorrer do jogo

– Temos de aproveitar as oportunidades. Eles vão se expor mais, mas sabemos que clássico tudo pode
acontecer. Temos que fazer de tudo para jogarmos uma grande partida. Precisamos
atacar, como estamos fazendo nos últimos jogos, e não ficar esperando – falou o
camisa 11.


Momento em que Jorge Henrique cabeceia a bola para marcar o gol vascaíno – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br


Desde que chegou ao
Cruzmaltino, o atacante vem sendo elogiado por Jorginho, principalmente por sua
função tática dentro de campo. O gol marcado contra o Alvinegro foi o terceiro
com a camisa do Vasco e o primeiro de cabeça. Jorge Henrique aproveitou a
oportunidade e explicou o momento do lance.

– Na
hora que ele cruzou, a bola subiu e desceu rápido. Eu percebi que ia cair no
primeiro pau e procurei antecipar. A questão é observar seu companheiro.
Facilita bastante saber onde o jogador vai cruzar
. Tem o mérito do Nenê,
que tirou dois marcadores na linha de fundo e tem o meu mérito de ter antecipado
– exaltou Jorge Henrique.