Júlio César fala sobre a arrancada do Vasco no Campeonato Brasileiro

quarta-feira, 07/10/2015

A preparação cruzmaltina para o duelo contra a Chapecoense segue a todo vapor em São Januário. Na manhã desta quarta-feira (07/10), os jogadores vascaínos voltaram a suar a camisa no gramado da Colina Histórica. O dia de trabalho foi iniciado por atividades físicas, essas comandadas pelo preparador Joelton Urtiga. Na sequência, o treinador Jorginho dividiu o grupo e promoveu um treino técnico.


Júlio César durante treino na Colina Histórica- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Logo após a movimentação, Júlio César conversou com a reportagem do Site Oficial e frisou a importância de se ter uma semana inteira dedicada apenas aos treinamentos. O lateral lembrou que essa será a primeira vez que a atual comissão técnica terá tempo para trabalhar a parte tática. O período sem jogos, provocado pelo início da participação do Brasil nas Eliminatórias da Copa de 2018, será fundamental também para a recuperação de alguns jogadores.

– Essa semana vem sendo muito importante. Está dando ao Jorginho um tempo a mais para trabalhar. Já havíamos tido alguns dias de preparação na semana passada, em virtude da divisão do grupo para o jogo com o São Paulo, mas apenas agora a comissão técnica tem a possibilidade de ajustar a parte tática. Esse tempo é bom também para que alguns jogadores possam descansar. O próximo jogo é muito importante para nós e com temos tudo para chegar nele ainda mais preparados – afirmou o camisa 6.

Contratado no início do mês de maio, Júlio César atravessa sua melhor fase com a camisa vascaína. O experiente jogador foi titular nos últimos seis jogos da equipe de São Januário no Campeonato Brasileiro. Foi neste período, curiosamente, que o Vasco começou a dar a volta por cima no torneio nacional. Ao comentar o bom momento e a sequência de partidas entre os onze iniciais, o lateral não esconde a alegria.

– O meu começo foi difícil porque fiquei muito tempo parado. Foram quase oito meses sem jogar. Não é fácil voltar quando se passa um longo tempo sem atuar. Também não tive pré-temporada, o que dificultou ainda mais minha adaptação. Nos primeiros jogos, senti muito a parte física, mas agora, após essa sequência, já me sinto muito bem. Estou melhor do que quando cheguei, principalmente na parte física. Sempre temos que melhorar e tenho consciência disso. Vou seguir trabalhando forte para ajudar ainda mais o Vasco – declarou Júlio César.

Para escrever um novo capítulo de sua virada no mais importante torneio nacional, o cruzmaltino precisará derrotar a Chapecoense no próximo dia 15 de outubro, às 19h30, no Maracanã. O adversário virá para o Rio de Janeiro motivado, já que no último fim de semana aplicou uma goleada de 5 a 1 no Palmeiras, equipe que está na semifinal da Copa do Brasil e ocupa as primeiras colocações no Campeonato Brasileiro.

– Nossa fase é muito boa. Não vínhamos bem no campeonato, mas nossa equipe deu uma encaixada nas últimas partidas. Acredito que temos tudo para continuar crescendo na competição. A torcida pode acreditar, pois luta não vai faltar da nossa parte. No Brasileiro, não tem jogo fácil. Toda partida é difícil e temos que estar preparados. O jogo contra a Chapeconese será de muita paciência. Esperamos que o torcedor compreenda isso e compareça ao Maracanã para nos apoiar. A presença da torcida será muito importante – concluiu o lateral-esquerdo.


Ao lado de Bruno Gallo, Júlio César festeja 1º gol pelo Vasco- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo