Líder de assistências, Bernardo faz a diferença a favor do Vasco

segunda-feira, 27/04/2015

Bernardo já deu sete passes decisivos. Contra o Botafogo, meia cobrou falta nos pés de Rafael Silva, que marcou o gol da vitória

Bernardo em ação contra o Botafogo – Foto: Roberto Filho/Agência Eleven /Gazeta Press

A tarde do último domingo foi do jeito que a torcida do Vasco queria. Vitória, festa e vantagem para o segundo jogo da grande final contra o Botafogo, no próximo domingo (03/05). O resultado agradou muito ao grupo, mas é preciso ter cautela e foco para o confronto seguinte, que exige mais atenção.

Com sete assistências no Campeonato Carioca (De acordo com o site Footstats), Bernardo deu o passe que decidiu o clássico a favor do Vasco. Quem gostou foi o atacante Rafael Silva, que marcou o seu quarto gol na competição e deixou o cruzmaltino em vantagem.
– Foi uma vitória importante onde conseguimos lutar até o final. Um resultado que dá tranquilidade para trabalhar na semana. Não tem nada ganho. Temos que acreditar que vai dar certo. Respeitamos a equipe do Botafogo, que fez um grande jogo. No final de semana teremos mais uma partida difícil – disse o meia ao Site Oficial do Vasco. 

A bola parada tem sido uma grande arma do Gigante da Colina no Estadual. Mais de 70% dos gols vascaínos foram marcados através de faltas, cobranças de escanteio e pênaltis. Bernardo analisa este fator decisivo e elogia oportunismo de Rafael Silva.

– Desde o começo do Campeonato Carioca, tivemos como grande trunfo a bola parada. Fico muito feliz com mais essa assistência, ainda mais pelo momento difícil do jogo que estávamos vivendo. Eu não peguei muito bem na bola, mas o Rafael Silva acreditou e fez um belo gol – ressaltou.
Em busca do seu 23º título do Campeonato Carioca, o Vasco precisará mais uma vez da força da sua torcida para fazer a diferença dentro e fora das gramados. Por conta disso, o meia convoca os vascaínos para a segunda partida contra o alvinegro.

– Primeiramente, agradeço aos torcedores pela festa, pela força que deram a nossa equipe. Eu, meus companheiros e a comissão técnica contamos com vocês na grande final para que o Maracanã vire um ‘mar de vascaínos’ – finalizou.