Luis Fabiano chega ao Rio nos braços da torcida vascaína

terça-feira, 21/02/2017


Luis Fabiano nos braços da torcida no Santos Dumont- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Fabuloso vem de extraordinário, algo fora do comum, grandioso, fascinante. Todos esses adjetivos podem ser facilmente utilizados para descrever o ocorrido na manhã desta terça-feira (21/02) nos arredores do Aeroporto Santos Dumont. Uma legião de cruzmaltinos parou o Rio de Janeiro para receber a oitava e principal contratação do Vasco da Gama para temporada de 2017: Luis Fabiano.

Anunciado como reforço no final da última semana, o atacante chegou à cidade maravilhosa ao lado de seus familiares e nos braços da torcida. Engana-se quem pensa, porém, que a festa vascaína no Centro foi iniciada apenas com a chegada do Fabuloso. Antes mesmo do artilheiro pisar em solo carioca, os vascaínos davam mais uma demonstração de amor ao Gigante e reafirmavam a confiança na conquista do tricampeonato carioca.


Torcedores não esconderam a alegria na chegada do Fabuloso
Impressionado com a calorosa recepção, Luis Fabiano não escondeu a satisfação ao deixar o Santos Dumont carregado por milhares de mãos vascaínas. A festa se tornou completa quando o jogador, ao lado da imensa torcida bem feliz, puxou o grito do Casaca, principal marca do Almirante. Mais do que a valorização da raiz cruzmaltina, a epopeia desta manhã mostra que algo GIGANTE também pode ser FABULOSO. Seja bem-vindo, Luis Fabiano!

– O primeiro contato que eu tive é algo que teria que acontecer. Já faz tempo que a gente vinha conversando e o Vasco foi o time que sempre mostrou uma vontade muito grande de me contratar. Com certeza fiz a escolha certa. A recepção foi histórica, vamos dizer assim. Uma loucura, uma recepção maravilhosa. Eu não sabia que tinha gerado tanta expectativa por aqui. Estou muito feliz, de verdade. Eu estava ansioso para que chegasse esse momento. Fiquei um mês na China negociando a minha rescisão e estou feliz por estar aqui – afirmou o Fabuloso, com exclusivade.


Fabuloso agradece carinho da torcida no Santos Dumont- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo