Meninos da Colina vivem expectativa para a estreia do Torneio Sul-Americano Sub-17 com a seleção

segunda-feira, 27/03/2023

Os atletas Matheus, Phillipe Gabriel e Rayan, integrados à Seleção Brasileira Sub-17, vivem a expectativa pela estreia no Torneio Sul-Americano. O primeiro jogo está marcado para quinta-feira (30), às 21h, diante do Equador, e os Meninos da Colina já projetam o duelo.

– A expectativa está alta, pois estamos nos dedicando todos os dias nos treinos para que quando chegue nos jogos, possamos fazer o que o treinador Phelipe Leal vem nos passando. Esperamos sair vitoriosos dos jogos – disse o goleiro Phillipe.

– Tá sendo incrível mais uma vez ser convocado. Estou adquirindo muita experiência profissional e só tenho a agradecer por mais essa oportunidade de mostrar meu talento. Desejo que esse período termine com os resultados positivo que esperamos – espera o atacante Rayan.

– Vestir a camisa da seleção é sempre esperar coisas boas e estamos aqui para dar o nosso melhor. Nos dedicamos ao máximo no período de treinos e não será diferente durante a competição – completou o volante Matheus.

Foto: Wanderson Gomes | Divulgação

Os jogadores da Base Forte também comentaram um pouco mais sobre como foi a preparação durante o período de treinamentos.

– Está sendo uma preparação muito boa e produtiva. Estamos totalmente focados nos nossos objetivos dentro da competição e toda vez que estamos com a seleção brasileira é como se fosse a primeira – finalizou o defensor Phillipe.

Foto: Wanderson Gomes | Divulgação

Os três já vinham sendo convocados desde a fase preparatória e por isso chegam muito motivados para a primeira rodada. Rayan está no profissional do Vasco, enquanto Matheus e Phillipe são da categoria Sub-17.

Primeira convocação

O zagueiro Bruno André, também do sub-17 do Vasco, foi chamado pra um período de treinos que serve para observar jogadores de uma futura geração, tendo a possibilidade de ser convocado em outras competições. Ele já retornou ao Clube no último sábado (25) e comentou sobre a experiência.

– Muito bom passar esse período com eles. Já conhecia alguns jogadores, que são meus companheiros de equipe, e também me ajudaram muito na adaptação. Foi uma experiência incrível conhecer novas pessoas, vivenciar a rotina deles, aprendi muito com todos. Estou muito feliz e honrado em realizar esse sonho de criança – disse.

Bruno agora fica disponível para ser relacionado pelo técnico Gustavo Almeida nos jogos da Copa Rio Sub-17.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo