Multicampeão na base, Marcellus retorna ao Vasco para realizar antigo sonho

quinta-feira, 03/03/2016

Aos 11 anos de idade, no ano de 1999, um menino que gostava de jogar basquete com seus amigos decidia ir em busca de praticar o esporte de forma mais séria. Vascaíno de nascença, o jovem não teve dúvidas em onde procurar seu espaço: São Januário. Mesmo aparentando não estar na forma física ideal na época, o cruzmaltino surpreendeu a todos com sua habilidade, velocidade e inteligência em quadra. Hoje, com 28 anos, Marcellus é um dos principais nomes do novo time de basquete do Gigante da Colina e se transformou rapidamente no xodó da torcida.

Marcellus em ação nas categorias de base do Vasco em 2006- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Com uma vida ligada ao Vasco, apesar de passagens por outros clubes pelo Brasil, o ala/armador não esconde o carinho pelo time que o revelou e sonha em fazer história na Colina. No primeiro confronto pela Liga Ouro, contra o Ginástico, Marcellus foi ovacionado pelos torcedores no Ginásio Vasco da Gama, que perceberam não só a grande qualidade técnica do jogador, como a entrega que ele teve durante a partida. Em conversa com o Site Oficial, o atleta comentou sobre o momento vivido com a torcida e deixou claro o quanto é especial para ele vestir a Cruz de Malta.
– Estou em casa, literalmente. O Vasco foi onde tudo começou e, por mim, é onde eu quero terminar minha história. Sou vascaíno de coração e é diferente jogar aqui. Mesmo depois de uma derrota, ter seu nome gritado na arquibancada é de arrepiar. Acho que os torcedores percebem minha identificação com o clube, minha entrega em quadra. Eu fico muito honrado de representá-los. O que eu quero é levar o Vasco de novo ao topo do basquete nacional – afirmou Marcellus, que ainda disse ter avisado aos companheiros sobre o apoio incondicional da torcida vascaína.
– Todos sabem da história do Vasco no basquete. No futebol nem se fala. Eu comentei com eles que os vascaínos são apaixonados por este esporte. Agora eles estão sentindo na pele a paixão dos torcedores. Eu procuro não pensar muito em vir a me tornar um ídolo aqui. Estou indo devagar, dando um passo de cada vez, tentando mostrar meu valor e levando o Gigante às vitórias. Se isto vier a acontecer, espero corresponder à altura – disse o vascaíno.


Marcellus em ação durante a Liga Ouro- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Passando por todas as categorias de base do clube, o ala/armador deixou o Cruzmaltino já como adulto para atuar em outras equipes brasileiras, como o CEUB/Brasília, onde disputou a Liga Ouro do ano passado. O camisa 11 também tem experiência na NBB, principal competição do país, com duas participações defendendo o Flamengo e uma o Tijuca. Mesmo com muitos anos dedicados ao Vasco, Marcellus foi treinado apenas por dois técnicos em São Januário: Brasília (mirim e infantil), um dos maiores esportistas da história do clube, e Christiano (juvenil e adulto). Os dois comandantes são só elogios ao atleta.
– Marcellus começou comigo no mirim. Logo no começo vimos que era diferenciado, apesar de não ter porte atlético, tinha velocidade e inteligência fora do comum. Usava bem as duas mãos e tinha uma visão de jogo muito grande. Nunca teve medo de errar e isso fez com que ele crescesse demais. Fomos campeões nesta categoria e depois ele foi até o fim traçar a carreira vitoriosa dele. Trata-se de um grande jogador, como atleta e pessoa. Um homem trabalhador. A gente têm carinho por aquilo que criamos e eu fico muito feliz por esta fase dele. Torço para que tenha voos mais altos – falou Brasília.
Atual treinador de Marcellus, Christiano também rasga elogios ao jogador. Um dos principais nomes do atual grupo vascaíno, o atleta já levantou muitos troféus ao lado do técnico, inclusive na equipe adulta do Vasco, no Torneio Carioca de 2014. Christiano destaca estas conquistas e exalta a qualidade técnica do camisa 11.
– O Marcellus é um jogador, na minha opinião, que dispensa comentários. Ele é extremamente talentoso. Conquistamos muita coisa juntos, não só no Vasco da Gama, mas também como atleta universitário, onde vencemos inúmeros títulos. Em todos os torneios que disputamos, ele sempre aparecia como um destaque grande do elenco. Conheço bem ele, sei como mexer com ele nos momentos em que não está bem. Tem um extremo respeito sobre meu trabalho, assim como tenho com o dele. Nós, aqui no Vasco, sabemos o quanto pode render dento de quadra – completou Christiano.