Na estreia do Carioca, Vasco empata com Boavista em 1 a 1

sábado, 18/01/2014

O sábado na Colina foi marcado por muitos estreantes e alguns que estavam voltando para São Januário, inclusive o próprio time do Vasco, que não jogava no estádio desde setembro. O jogo marcou a primeira vez em que o técnico Adílson Batista comandou o time na Colina, além dos estreantes Marlon, André Rocha e Rodrigo e o retorno ao clube de Fellipe Bastos e William Barbio.

Os quase sete mil presentes viram o Vasco sair na frente com Reginaldo, aos 10 minutos da primeira etapa. Porém o revés veio aos 16 do segundo tempo, quando Cascata deixou tudo igual. A grande chance de vitória para o Cruz-maltino apareceu em jogada que Montoya foi derrubado dentro da área, mas Fellipe Bastos desperdiçou e, ao término da partida, o placar apontava um gol para cada lado.

Próximo duelo
O Gigante volta a campo na quarta-feira (22) para enfrentar o Macaé, no Estádio Claudio Moacyr, em Macaé. A partida começa às 19h30

O jogo

O Vasco iniciou a partida em um ritmo acelerado e determinado a encurralar o Boavista e mostrar que mando de campo faz diferença. E essa pressão surtiu efeito logo nos primeiros 10 minutos de jogo. Depois de uma rápida troca de passes pela zona central, a bola chegou para Marlon na esquerda, que cruzou, a defesa afastou mal e Reginaldo aproveitou a sobra e colocou no canto direito do goleiro Getúlio Vargas.

Com o passar do tempo, o Vasco foi reduzindo seu ritmo e a equipe de Bacaxá foi se soltando na partida e começou a incomodar o goleiro Diogo Silva. Em um escanteio, Rômulo cabeceou no chão e o goleiro vascaíno teve de se esticar para fazer bela defesa. Aos 20 minutos, o árbitro Marcelo de Lima Henrique apitou o tempo técnico. Após o breve descanso, os times não criaram grandes chances de balançarem as redes, até que, em cima do tempo regulamentar, Edmilson cabeceou a bola no travessão, após cobrança de bola parada executada por Felipe Bastos.

Após o intervalo, os times voltaram sem alterações e o ritmo foi o mesmo da segunda metade da etapa inicial. A primeira boa chance veio aos 11 minutos com Rodrigo ao bater falta de média distância e mandar rasteira para Getúlio Vargas espalmar para o lado. Aos 15, foi a vez da tímida torcida do Boavista comemorar. Cascata carregou a bola com liberdade e na entrada da área, soltou um forte chute rasteiro no canto direito de Diogo Silva, que se esticou, mas não conseguiu alcançar.

A torcida do Vasco começou a perder a paciência e pedir Montoya em campo. Aos 19, Adílson decidiu por colocar o garoto Thales no lugar de Edmilson. Quatro minutos mais tarde, foi a vez de William Barbio dar lugar para o colombiano Montoya que, no minuto seguinte, cobrou falta na cabeça de Thales que quase marcava. O técnico Américo Faria também alterou sua equipe, colocando Weverton no lugar de Douglas Pedroso.

Aos 32 minutos, veio a grande chance vascaína. Guiñazu enfiou a bola para Reginaldo dentro da área, que rolou para Montoya. O colombiano tirou do goleiro e foi derrubado por Romarinho. Na cobrança, Fellipe Bastos cobrou rasteiro e fraco e facilitou a defesa de Getúlio Vargas.  A partir daí, as únicas movimentações foram as substituições. Pelo lado visitante, o ex-Vasco da Gama Jéferson deu lugar a Diogo, e pelo Gigante da Colina, Henrique entrou no lugar de Marlon.

FICHA TÉCNICA 
VASCO 1 X 1 BOAVISTA 
Local: São Januário  
Hora: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique 
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes e Andréa Maffra de Sá
Público: 5.763 pagantes – 6.985 presentes
Renda: R$ 160.265,00

Cartões amarelos: Vasco: Guiñazu; Boavista: Cascata e Romarinho

Gols: Vasco: Reginaldo, aos 11 minutos do primeiro tempo; Boavista: Cascata, aos 16 minutos do segundo tempo. 

VASCO: Diogo Silva, André Rocha, Rodrigo, Luan e Marlon (Henrique); Guiñazu, Abuda e Fellipe Bastos; Wiliam Barbio (Montoya), Reginaldo e Edmilson (Thales) 
Técnico: Adílson Batista 

BOAVISTA: Getúlio Vargas, Barrach, Gustavo, Bruno Costa e Romarinho; Rômulo, Thiaguinho(Cascata), Douglas Pedroso(Wewerton) e Jéferson(Diogo); André Luís e Gilcimar 
Técnico: Américo Faria 

Fotos: Marcelo Sadio/Vasco.com.br