Na expectativa por estreia, Zé Ricardo descarta facilidade contra o Grêmio

sexta-feira, 08/09/2017


Zé Ricardo ao lado dos auxiliares Sandro Gomes, Valdir Bigode e Cléber dos Santos- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Duas semanas após bater o Fluminense é retomar o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama retornará aos gramados pela competição nacional, dessa vez para enfrentar o Grêmio. O duelo contra o Tricolor Gaúcho marcará a estreia de Zé Ricardo no comando do Cruzmaltino. Na véspera da partida, o técnico concedeu entrevista coletiva e não escondeu a ansiedade.

– Frio na barriga, sem dúvida. Não tenho motivo nenhum para esconder isso, até porque é uma estreia, minha volta a um grande clube. Isso é o que alimenta e traz motivação para levantarmos todo dia cedo buscando melhorar. Eu sou um cara tranquilo, simples nas colocações, cobro organização da equipe, intensidade no jogo. Gosto de uma partida bem jogada, um time que tenha bem a posse de bola e a controle bem, sem deixar ofensivo, mas também quero que minha equipe seja equilibrada defensivamente, até porque acho que o futebol pede isso. Isso não é da noite para o dia, o trabalho é médio a longo prazo – declarou o comandante.

Zé Ricardo conversou com os jornalistas na véspera de sua estreia

Em sua primeiro compromisso à frente da nau vascaína, o novo treinador terá o desfalque de alguns jogadores importantes, casos do lateral-direito Gilberto, do volante Jean e do atacante Luis Fabiano. Ao ser questionado sobre os substitutos, Zé Ricardo não fez mistério. Madson, Escudero e Andrés Ríos, respectivamente, foram os escolhidos para começar jogando o confronto diante do Grêmio.
– No futebol se busca o equilíbrio sempre, então teremos nossas estratégias de jogo. Ganhamos um pouco de qualidade para auxiliar o Nenê com o Escudero em campo. Ele vai jogar um poquinho mais adiantado e precisamos marcar pontos para fazer o nosso objetivo maior, que é subir na tabela. Em relação ao apoio da torcida, todo jogador gosta de sentir abraçado, não é diferente com os nossos atletas, com a gente. Há algum tempo não contamos com a nossa torcida e qualquer tipo de apoio, qualquer tipo de calor, é importante para nos sentirmos mais confiantes  -afirmou Zé Ricardo, minimizando a possibilidade do adversário atuar com um time alternativo.

– Eu penso que o Renato Gaúcho já mostrou que tem um grupo competitivo nas mãos. A equipe deles foi competitiva em todas as formações que entrou em campo. A dificuldade é muito grande, iremos enfrentar o Grêmio, não uma equipe A, B ou C. Temos que fazer o nosso papel, se preocupar com a nossa performance, sabendo das dificuldades, mas com a expectativa de fazer um grande jogo e conquistar um bom resultado – concluiu.


Participantes do projeto de media training, o goleiro Lucão, o volante Caio Lopes, o lateral-direito Sergipe e o zagueiro Miranda, do time sub-17, acompanharam a coletiva de Zé Ricardo- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br