Nene comemora momento e foca na evolução da equipe

sexta-feira, 27/05/2022

Por: João Pedro Isidro, São Januário

Autor dos dois gols da vitória contra o Brusque, na última quinta-feira, em São Januário, Nene marcou os seus primeiros nesta edição do Campeonato Brasileiro. Além disso, o camisa 10 chegou a marca de sete gols na temporada e 55 com a camisa do Gigante. O meia participou da “zona mista” com jornalistas após o jogo e falou sobre a vitória, os gols marcados e o momento da equipe, que está na segunda colocação, com 17 pontos.

– A cada jogo a gente está se entrosando mais, criando uma identidade e ganhando mais confiança. A torcida está nos apoiando de uma maneira incrível, estão com a gente em todos os momentos e querem que a gente jogue bem. No primeiro tempo não fomos tão bem, nos precipitamos em alguns passes, eu mesmo errei alguns. O Vasco é assim mesmo, a gente não desiste. Melhoramos no final e conseguimos o primeiro gol e no segundo tempo jogamos muito melhor, conseguimos o segundo gol e tivemos mais tranquilidade – disse Nene.

O Vasco abriu o placar no primeiro tempo, após cruzamento de Gabriel Pec, Raniel tocou de cabeça para Nene, quase sem ângulo, finalizar. Na segunda etapa, Edimar serviu Getúlio, que tocou para Nene chutar colocado, no canto do goleiro. A marcação de campo foi de impedimento, corrigido pelo Árbitro de Vídeo, o gol foi validado. Após a validação, Nene comemorou com pegando a bandeira do Almirante, o mascote do Vasco.

– Eu comemorei o gol e vi o bandeirinha e fiquei na dúvida. Aí ficamos orando torcendo para que o gol fosse validado e quando foi confirmado fiquei muito feliz. O Almirante me deu a bandeira, foi um momento bem bacana – disse o camisa 10.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Contra o Brusque, o Vasco marcou mais de um gol na partida pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. Mais experiente do elenco, Nene vê a evolução sendo demonstrada pelo time.

– Nem sempre as coisas ocorrem da forma como a gente quer. Eu sabia que no início seria complicado, era um time novo, precisava de paciência. A gente parou durante três semanas e perdeu o ritmo dos jogos. Pouco a pouco a gente ganha confiança e vai conquistando o objetivo de ficar no G4.  E essa é a minha ideia, não só por conta da minha idade, mas dar o exemplo no dia a dia, nos jogos, sempre vou dar a vida pelo Vasco e graças a Deus fui coroado com dois gols e estou muito feliz – declarou.

Contra o Brusque, o meia chileno Palacios foi titular e atuou com Nene pela primeira vez. O camisa 10 comentou a importância do companheiro para a equipe e acredita que ele vai ajudar muito o clube.

– Precisa de entrosamento. Ele é um cara de criatividade, é importante ter dois jogadores de criação para dificultar para o adversário. A gente teve algumas boas oportunidades, que acabamos acelerando quando não precisava, mas foi o primeiro jogo dele, sempre que ele entra dá um ritmo bom. Estou feliz por ele – finalizou.

O próximo compromisso do Vasco da Gama será contra o Grêmio, na próxima quinta-feira (02/06), às 20h, em São Januário. Confira as informações sobre ingressos clicando aqui.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo