O futuro se faz presente no elenco profissional do Vasco da Gama

segunda-feira, 02/11/2015

Gabriel Félix, Mateus Vital e Renato Kayzer são promovidos para a equipe principal cruzmaltina


Gabriel Félix (centro) ao lado de Martín Silva e Jordi- Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O goleiro, o meia de ligação e o artilheiro. Com o fim da participação vascaína na Copa do Brasil sub-20, três destaques da categoria foram promovidos para o elenco de profissionais: Gabriel Félix, Mateus Vital e Renato Kayzer. Em virtude do trabalho de integração existente no clube, que inclui treinamentos em conjunto, os jovens já vinham vivenciando um pouco da rotina da equipe principal do Vasco da Gama.
Mais velho do trio, Gabriel Félix se despede dos juniores após duas temporadas como titular. Natural do Mato Grosso, o arqueiro assumiu a camisa 1 após a promoção de Jordi, ocorrida em 2013, depois da conquista da Taça Belo Horizonte. Além de defender com unhas e dentes a meta cruzmaltina, o jovem de 20 anos foi o capitão da categoria durante esse período. A oportunidade de subir em definitivo foi comemorada pelo goleiro.
– Eu já vinha nessa transição de treinar no profissional e jogar na base faz mais ou menos dois anos. Me sinto feliz e honrado por agora estar em definitivo no time de cima. Todos nós sabemos o quanto é díficil subir para o profissional de uma grande equipe como o Vasco da Gama. Agora vou trabalhar bastante para buscar meu espaço. Sempre fui movido a desafios e agora não será diferente – comentou Gabriel Félix, relacionado para o jogo contra o Atlético (PR), em junho.


Renato Kayzer e Jorginho batem papo na Colina- Foto: Carlos Gregório Jr-Vasco.com.br
Atleta que mais balançou as redes pelo sub-20 nos últimos anos, Renato Kayzer foi o único do trio já utilizado pelo treinador Jorginho nesta temporada. Atualmente com 19 anos, o atacante esteve em campo contra Cruzeiro, São Paulo e Grêmio. Os meses servindo o time principal fizeram o paranaense amadurecer e evoluir em alguns aspectos importantes. O garoto torce pelo sucesso dos antigos companheiros de base.
– Amadureci bastante profissionalmente e pessoalmente durante esse período. O Jorginho, o Zinho e toda a comissão técnica estão me dando dicas para melhorar em alguns fundamentos importantes. Vou buscar a excelência para ajudar o Vasco a conquistar títulos importantes. Estou contente também por ver meus amigos da base recebendo oportunidade. O Gabriel e o Mateus estão treinando conosco e tenho certeza que vão dar muitas alegrias para a torcida – afirmou Renato Kayzer.

Caçula do grupo segue os passos do ídolo Philippe Coutinho

Em São Januário desde os quatro anos de idade, Mateus Vital nasceu em 1998, ano mais vitorioso da história do Vasco, e tem como grande ídolo outro jogador revelado na Colina Histórica: Philippe Coutinho. A maior inspiração do armador, curiosamente, foi o último atleta oriundo das categorias de base a estrear no time profissional com 17 anos, idade atual do caçula do elenco profissional vascaíno.


Mateus Vital durante treino do Vasco no Engenhão- Foto: Carlos Gregório Jr-Vasco.com.br
A possibilidade de seguir os passos do camisa 10 do Liverpool anima Mateus Vital, que ainda criança viu Coutinho desfilar talento com a camisa cruzmaltina. Relacionado para as duas últimas partidas, quando o Vasco duelou com Grêmio e Fluminense pelo Brasileirão, o garoto não esconde a emoção ao falar sobre a possibilidade de alcançar um dos seus maiores objetivos: atuar pela primeira vez com a camisa do clube do seu coração.
– Ser relacionado foi um surpresa para mim, eu não esperava. Fiquei muito feliz, pois uma parte do meu sonho foi realizado. Quero dar muito orgulho para todos que confiam e acreditam em mim. Esse é o começo de muitas conquistas. Me sinto privilegiado por estar seguindo os passos do meu ídolo Coutinho. Espero honrar essa camisa tanto quanto ele. Essa realização será um marco na minha vida – disse Mateus Vital.