Palco da próxima partida do Vasco no NBB 9 tem nome em homenagem ao clube de São Januário

quinta-feira, 05/01/2017

Gigante do Basquete enfrenta o Caxias do Sul no Ginásio Vasco da Gama, localizado na cidade gaúcha

Placa na entrada do Ginásio Vasco da Gama, em Caxias do Sul – Foto: Fernando Levinski/Caxias do Sul Basquete

O Vasco terá mais uma batalha fora de casa neste começo de 2017. Após excelente vitória de virada contra o Paulistano em São Paulo, na estreia do técnico Dedé Barbosa, o Gigante do Basquete viaja na próxima sexta-feira (06/01) para Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, para enfrentar o time local. A partida será realizada no sábado (07), às 17 horas. Porém, desta vez o elenco cruzmaltino se sentirá como se estivesse atuando em casa. O nome do palco onde o clube do sul manda seus jogos é o mesmo do espaço do basquete vascaíno em São Januário: Ginásio Vasco da Gama.
Conhecido como “Vascão” pelos torcedores do Caxias, o ginásio carrega este nome em homenagem ao Gigante da Colina. Tudo começou no dia 16 de março de 1953, quando um torcedor vascaíno da cidade gaúcha, chamado Walter Nery de Campos, fundou o Vasco da Gama Futebol Clube. Com permissão da diretoria cruzmaltina da época, a equipe utilizava o nome e a cor do time de São Januário. Sete anos depois, o Vasco de Caxias do Sul passou a ter time de futsal, esporte que teve maior sucesso.

Letreiro com o nome Vasco da Gama e a Cruz de Malta na parte de dentro do ginásio – Foto: Fernando Levinski/Caxias do Sul Basquete 
Em 1989, na data de comemoração dos 36 anos de existência, foi criado o Ginásio Vasco da Gama. O próximo rival cruzmaltino no NBB 9 foi fundado em 2006 e começou a atuar no local em 2015, quando se sagrou campeão da Liga Ouro. Será a primeira vez do basquete vascaíno no ginásio que carrega o seu nome. Sem pausas, o Almirante retornou de São Paulo na tarde da última quarta-feira (04), e treina na Colina Histórica na noite desta quinta-feira (05). Na sexta-feira (06) embarca para Caxias do Sul, em busca de mais uma vitória no NBB 9.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo