Paulinho comemora oportunidade de vestir a camisa do Gigante da Colina

quarta-feira, 26/07/2023

Paulinho é mais um reforço confirmado do Vasco para a atual janela de transferências e foi anunciado oficialmente nesta quarta-feira (26). O jogador de 26 anos estava no Al-Fayha, da Arábia Saudita, e chega em definitivo ao Gigante da Colina.

Vascaíno de berço, o meio-campista volta ao Brasil após seis anos e meio fora do país. Ele falou com exclusividade para a VascoTV sobre as expectativas e a sensação de vestir a camisa de seu time do coração nesse novo desafio.

– Pra mim é uma felicidade muito grande poder retornar ao Brasil com a grande oportunidade que é o Vasco da Gama, o time do meu coração. Fico muito contente, estou muito feliz e espero retribuir da melhor forma – disse ao falar sobre sua chegada na Colina.

O pai, também vascaíno, ajudou na decisão de vir para o Vasco.

– Quando surgiu a oportunidade de vir para o Vasco, foi um momento em que a gente parou a analisou como uma baita oportunidade, um baita momento. Eu e meu pai analisamos tudo e achamos que era o momento de voltar para o Brasil, para o time do nosso coração. Está sendo uma felicidade muito grande – contou sobre a escolha que fizeram.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Na chegada ao CT Moacyr Barbosa, o jogador encontrou com o elenco vascaíno e foi recebido por todos. Ele já iniciou os treinamentos juntamente com o grupo.

– Foi uma recepção muito boa. Galera muito humilde, galera simpática, fiquei muito feliz pela recepção. Já estou ansioso para entrar logo em campo junto com eles e ajudar o Vasco a alcançar seus objetivos – disse o camisa 18.

Para finalizar, Paulinho mandou um recado para a torcida vascaína.

– Primeiro quero agradecer ao Vasco por poder vestir essa camisa, pela história, por tudo que o Vasco tem e conquistou. É uma felicidade, uma honra muito grande fazer parte do Gigante da Colina. O recado que eu posso deixar para o torcedor é que eles podem esperar muita entrega e muita luta dentro de campo. O caminho é irmos todos juntos, trabalhar cada dia melhor para que a gente possa colocar o Vasco no devido lugar, que é lá em cima. Juntos somos mais fortes – encerrou.

Confira a entrevista completa na VascoTV:

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo