Primeiro título Sul-Americano do Vasco completa 64 anos

quarta-feira, 14/03/2012

O Vascão entra em campo nesta quarta-feira (14), às 22h, para enfrentar o Libertad (PAR) almejando conquistar mais uma Libertadores da América no mesmo dia em que o Vasco conquistou pela primeira vez o continente. Em 14 de março de 1948, o Gigante da Colina empatou por 1 a 1 com o poderoso River Plate (ARG), recheado de craques, sagrando-se campeão, de forma invicta, do Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões de 1948, “embrião” da Copa Libertadores e da Liga dos Campeões da Europa. Foi o primeiro título internacional do futebol brasileiro fora do país.

A competição foi disputada em pontos corridos por um mês no Chile com a participação dos principais clubes da América do Sul naquela época convidados pelo organizador, o Colo-Colo (CHI). Além dos chilenos e do Vascão, Nacional (URU), Emelec (EQU), El litoral (BOL), Municipal (PER) e River Plate (ARG) completaram o torneio, que se iníciou no dia 14 de fevereiro.

O Cruz-Maltino estreou diante do Litoral da Bolívia e com dois gols de Lelé venceu por 2 a 1.  O lendário time Expresso da Vitória, que seria a base da Seleção Brasileira na Copa de 1950, triunfou os três jogos seguintes, dois por goleadas. Ademir Menezes, principal nome da equipe, acabou fraturando o pé na partida diante dos uruguaios válido pela segunda rodada, ficando de fora do restante do campeonato.

Sem o seu melhor jogador, o Vascão iria enfrentar o anfitrião Colo-Colo e o River Plate nas duas últimas partidas. Os argentinos eram considerados favoritos, apelidados de “La Maquina” pela conquista de cinco títulos nacionais, contava com o talentoso Alfredo Di Stéfano comandando o ataque do time.

Os vascaínos enfrentaram cerca de 50 mil torcedores e conseguiu ganhar por 1 a 0 o confronto com a equipe local, gol de Friança. Devido ao tropeço do River diante do Nacional do Uruguai, o Gigante da Colina precisava apenas de um empate para levar o caneco inédito para a sua galeria em São Januário. Com um jogador a menos, Chico foi expulso, o Expresso da Vitória conquistou a América do Sul e, mais uma vez, foi pioneiro ao trazer o primeiro título do futebol brasileiro em solo internacional.

Partidas do Vasco no Sul-Americano de Clubes Campeões de 1948:

VASCO 2 x 1 LITORAL-BOL (Lelé, duas vezes)
VASCO 4 x 1 NACIONAL-URU (Ademir, Maneca, Danilo e Friaça)

VASCO 4 x 0 MUNICIPAL-PER (Lelé, Ismael e Friaça, duas vezes)
VASCO 1 x 0 EMELEC-QUE (Ismael)
VASCO 1 x 1 COLO COLO-CHI (Friaça)
VASCO 0 x 0 RIVER PLATE-ARG