Rafael Silva quer título Carioca para colocar nome na história do Vasco

quarta-feira, 22/04/2015

Contratado no ano passado após brilhar com a camisa do Ituano durante a conquista do Campeonato Paulista, Rafael Silva vem aos poucos conquistando seu espaço em São Januário. Após iniciar a temporada atuando fora de sua posição de origem, o jogador de 24 anos voltou a jogar na região do campo onde está habituado.

No último domingo (29/04), no Maracanã, o atacante foi titular e participou da jogada que resultou no gol da vitória vascaína contra o Flamengo. Aos 15 minutos, Rafael Silva recebeu a bola de Serginho e a devolveu na medida para o mesmo jogador, que acabou sofrendo pênalti, convertido com perfeição por Gilberto.

– Tive altos e baixos nesse Campeonato Carioca, isso é evidente. Consegui recuperar minha posição em alguns momentos. Joguei algumas partidas fora da minha posição, como todos sabem, mas procurei dar sempre o meu melhor. Busquei sempre ajudar o grupo. A minha atuação no primeiro jogo da semifinal foi o que me levou a receber uma chance na segunda partida – afirmou.


Rafael Silva durante treinamento em São Januário- Foto: Paulo Fernandes- Vasco.com.br

Embora tenha se destacado nos dois duelos, Rafael Silva ainda sabe se iniciará as decisivas partidas contra o Botafogo. O treinador Doriva pode ter à sua disposição o também atacante Dagoberto. O fato de disputar posição com um dos atletas mais vitoriosos do elenco não assusta o baiano, que almeja fazer história na Colina.

– Não pesa não. Quem o professor Doriva optar vai representar bem o Vasco. Todos sabem a qualidade do Dagoberto e conhecem história dele no futebol. Estou procurando escrever a minha. O grande jogador é lembrado pelas conquistas. Espero fazer história aqui dentro do Vasco ganhando esse título. Temos que dar um passo de cada vez na carreira. Dei um passo no Ituano, agora no Vasco irei dar mais outro, com fé em Deus – declarou.

Ao fazer um balanço da campanha do Gigante da Colina no Campeonato Carioca, o jovem admite que a equipe tinha como objetivo conquistar a Taça Guanabara. Apesar de lamentar a não conquista do título, o que impediu o cruzmaltino de levar uma vantagem para a final, Rafael Silva confia num final feliz.

– Passamos um tempo na liderança. Era o que a gente almejava. Queríamos conquistar a Taça Guanabara, mas infelizmente deixamos escapar. Agora é correr atrás do prejuízo. Eles têm a vantagem do empate e temos que ter tranquilidade para lidar com isso. Eu lembro do último título do Vasco. Foi um cruzamento de letra do Léo Lima. Espero que nessa final tenha um grande lance e a gente consiga ser campeão – concluiu o atacante.