Revelado pelo Vasco, Romarinho afirma ‘sentir-se em casa’

quarta-feira, 14/01/2015

 Atacante Romarinho foi apresentado nesta quarta-feira. Foto: Vinicius Gonçalves/Vasco.com.br

O Vasco treinou pelo oitavo dia em Pinheiral na manhã desta quarta-feira (14/01). A bola está cada vez mais presente nas atividades comandadas por Doriva, no Centro de Treinamento João Havelange. Na sequência do trabalho físico, que abriu o dia, o treinador dirigiu treinamento tático, com direito a muitas orientações aos jogadores e ênfase nos ataques pelos lados do campo. À tarde, o grupo volta a trabalhar.

Após o treino, o atacante Romarinho foi apresentado oficialmente e falou sobre sua alegria de voltar ao clube pelo qual foi revelado.
– Felicidade, orgulho. Nasci dentro do Vasco e tenho uma felicidade grande por retornar. Quando entrei em São Januário, fiquei rindo sozinho, pois é muito bom sentir-se em casa. Me sinto muito mais maduro. Na base nunca tinha saído do Rio, fiquei em Brasilia sozinho, jogando Série C, Série D. Estou muito mais esforçado e completamente outra pessoa – conta Romarinho, que fez questão de agradecer a oportunidade dada pelo presidente Eurico Miranda.
A convivência com o peso de ser filho de um dos maiores artilheiros da história do futebol mundial sempre acompanhou o jovem atacante, de 21 anos. As comparações com Romário são inevitáveis e Romarinho procura lidar com naturalidade, sem se importar com o que dizem.
– Esse peso é normal, posso jogar muito, fazer gols, que sempre comparam porque ele foi um dos maiores do mundo. Tenho outro estilo de jogo e vou procurar fazer história. Nunca mais vai aparecer um jogador igual a ele. Vou tentar fazer meu máximo, mas essa comparação sempre vai existir, com muita gente falando de mim, mas não ligo para o que falam de fora não – completou, revelando as semelhanças, diferenças e os conselhos que recebe de Romário:
– Ter cabeça no lugar e jogar meu futebol. É só manter o que sempre fiz. Falam que pareço com ele no jeito de andar. A personalidade e o futebol não são parecidos. Procuro fazer o que ele fez e criar a minha história – afirmou.


             Jogadores também fizeram trabalhos na academia. Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br