Robson é apresentado oficialmente no CT Moacyr Barbosa

sexta-feira, 27/01/2023

Por: João Pedro Isidro, Assessoria de Imprensa

Um dos reforços anunciados pelo Vasco da Gama, o zagueiro Robson foi apresentado oficialmente no CT Moacyr Barbosa e recebeu a camisa de número 30 das mãos do Diretor Executivo Paulo Bracks. Robson conversou com jornalistas e começou agradecendo pela recepção que teve no clube.

– Eu gostaria de agradecer ao Paulo pelas palavras, pela recepção que eu tive desde o primeiro momento em que pisei aqui nesse clube. Deixando bem claro, que desde que eu cheguei aqui eu me senti em casa, fui muito bem acolhido por todos, sem exceção. Estou muito feliz de estar vestindo essa camisa e tenho certeza que será um ano maravilhoso pra mim, para o Vasco e para todos os torcedores – disse o zagueiro.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Robson já vestiu a camisa da seleção brasileira nas categorias de base e revelou que sonha em vestir a amarelinha novamente. Para isso, sabe que precisa se destacar com a camisa cruzmaltina.

– Com certeza, eu tenho objetivos muito claros na minha cabeça e retornar à seleção brasileira é um sonho. Então é um sonho que a cada dia eu venho amadurecendo na minha cabeça, mas eu sei que pra chegar nesse momento, eu tenho que estar bem aqui no Vasco. Vou trabalhar muito forte, o Vasco tem muitos ídolos, como Dedé e Mauro Galvão, que são jogadores estampados nos corredores do clube. Estou feliz de estar participando desse projeto novo e trabalhando forte vamos alcançar nossos objetivos – declarou.

Robson ficou no Brasil e não viajou para os Estados Unidos onde o Vasco disputou a Pixbet Flórida Tour. O zagueiro focou na parte física e participou das partidas contra Audax e Portuguesa, já com atletas que voltaram de viagem.

– Eu segui o protocolo do clube, eu precisei ficar para me condicionar fisicamente. Obviamente queria estar na viajem com o grupo, mas para mim foi importante, hoje até me sinto melhor, então foi bom eu ter ficado no Rio. A desconfiança é normal, em qualquer trabalho a gente tem que estar sempre provando. Mas o que quero provar, até pra mim mesmo, é dar meu melhor. Estou com a cabeça tranquila, a vida é feita de recomeços, e estou preparado para esse novo recomeço.

Sobre seu estilo de jogo, Robson revelou que gostar de sair jogando, característica importante para o estilo de jogo do técnico Mauricio Barbieri.

– Sempre me senti confortável, é minha característica, sou um zagueiro que gosta de sair jogando e isso bate com o trabalho do Barbieri. Um treinador que gosta de zagueiros rápidos e de jogar em linha alta. Já sou adaptado, não vou fugir disso, mas sempre quero aprender. Vou escutar o que ele tem a falar para executar da melhor forma em campo.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo