Sá Pinto lamenta derrota, mas demonstra confiança em volta por cima do Vasco

domingo, 08/11/2020

O Vasco da Gama acabou sendo superado pelo Palmeiras neste domingo (08/11), em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Após a partida, em entrevista coletiva, o treinador Ricardo Sá Pinto avaliou o desempenho cruzmaltino diante do clube paulista. Na avaliação do comandante, o Gigante da Colina soube neutralizar as virtudes do adversário, mas deixou a desejar no aspecto da criação ofensiva.

– A equipe tinha uma estratégia de parar a equipe do Palmeiras, que vinha em um grande momento e possui jogadores de muitas nacionalidades, muita qualidade. E nós estamos construindo uma equipe. Teríamos de tirar os espaços para não sermos surpreendidos nas costas. A primeira parte acho que foi muito boa, a segunda parte, eles arriscaram mais abrindo a equipe. Começaram a entrar nos corredores, tivemos mais finalizações, oportunidades iguais. Tapamos todos os buracos. Só entraram em bolas longas e cruzamentos na área. O Cano teve oportunidade de fazer gol, mas não tivemos um volume de qualidade ofensiva como gostaríamos e tivemos em outros jogos – afirmou o treinador vascaíno.

Ricardo Sá Pinto antes do início do clássico nacional – Foto: Rafael Ribeiro

Ao ser questionado sobre o atual momento do Almirante no Campeonato Brasileiro, Ricardo Sá Pinto prometeu ainda mais trabalho e demonstrou confiança na volta por cima da equipe de São Januário. O português classificou como “infelicidade” o lance que resultou no pênalti que deu os três pontos ao Palmeiras.

– Aconteceu uma infelicidade. Temos de ter mais calma nesse tipo de lance, temos de ser mais maduros, mais experientes, porque esse tipo de detalhe pode nos custar um resultado como custou hoje. Agora, nunca o Vasco hoje seria derrotado numa situação normal. O empate seria mais justo dentro do que aconteceu no jogo. Temos de ser humildes e aceitar que o Palmeiras, individualmente, é melhor do que nós, luta por outros objetivos. Estamos em fase de construção e jogamos contra uma boa equipe – declarou Ricardo Sá Pinto, acrescentando na sequência.

– Todas as equipes para estarem bem precisam ganhar. Eu sei que vamos chegar a uma situação confortável, mas há um caminho a fazer. A equipe trabalhou, foi organizada, lutou, temos de trabalhar melhor as transições ofensivas, não perder tantas oportunidades e fazer mal ao adversário como fazem a nós. Não é em duas semanas e meia, três, que vamos construir equipe. Com trabalho, a equipe vai chegar lá. Já não sofremos tantas oportunidades quanto antes, já não sofremos tantos gols quanto sofríamos. Vamos continuar trabalhando nisso – finalizou o português.