Setembro marca o retorno do basquete vascaíno às quadras

quinta-feira, 01/09/2016

Campeonato Carioca e quadrangular em Fortaleza estão na programção do Gigante do Basquete

A trajetória do basquete adulto do Vasco da Gama neste retorno ao topo do esporte no Brasil ganha novos capítulos neste mês. Setembro marca a estreia da equipe comandada pelo técnico Christiano Pereira na temporada 2016/2017. E para marcar este início de trabalho, o Gigante do Basquete terá pela frente um clássico logo na primeira partida. No dia 18, Vasco e Botafogo se enfrentam ainda sem local e hora definidos. Ainda neste mês, o Cruzmaltino encara o Macaé, no dia 30. 

Dámian Palacios foi um dos destaques no título da Liga Ouro e permaneceu no elenco – Foto: Thiago Moreira/Vasco.com.br

A conquista da Liga Ouro na volta do Almirante ao basquete ocorreu de forma espetacular. Correspondendo à alcunha de “Time da Virada”, o Vasco derrotou o Campo Mourão após começar a série melhor de cinco perdendo os dois primeiros jogos. O fim desta história o torcedor vascaíno conhece muito bem: troféu levantado na casa do adversário. Mais um triunfo para guardar na galeria de títulos do clube de São Januário, fazendo companhia às quatro taças sul-americanas, duas de Campeonato Brasileiro e 16 do Campeonato Carioca.
A gloriosa história do basquete vascaíno e o recente retrospecto positivo fizeram com que o Gigante fosse convidado a disputar um quadrangular em Fortaleza. O torneio também será realizado em setembro, entre os dias 25 e 27, e o Cruzmaltino terá Basquete Cearense, Flamengo e Vitória como adversários. Assim como o Estadual, este campeonato servirá de preparação para o NBB 9, principal competição de clubes do Brasil, e que terá início em novembro. O primeiro adversário do Gigante do Basquete será o Brasília, fora de casa, sem data definida.

Wagner tenta arremesso durante treinamento no Ginásio Vasco da Gama – Foto: Thiago Moreira/Vasco.com.br

A base do elenco campeão da Liga Ouro foi mantida. Dos doze jogadores que venceram a competição nacional, oito permaneceram no grupo: Hélio, Palacios, Ricardinho, Bruninho, Márcio, Gaúcho, Drudi e Marcellus. Além deles, mais cinco contratações pontuais foram feitas pela diretoria cruzmaltina. Os pivôs Murilo Becker (ex-Bauru), Wagner (ex-Mogi) e Fiorotto (ex-Rio Claro), o armador Nezinho (ex-Franca) e o ala/armador David Jackson (ex-Quimsa-ARG) chegaram para reforçar o time.