2000 - A virada do século e ano vascaíno

Em 2000 o Vasco viveu uma temporada de muitas glórias. A lista é extensa e valiosa: a virada do século na Mercosul que deu a origem a um dos maiores títulos do Vasco; "chocolate" em cima do Flamengo por 5 a 1 na final da Taça Guanabara; tetracampeonato brasileiro numa final eletrizante com o São Caetano (SP); mais de 90 atletas vascaínos nas Olímpiadas de Sydney; disputa do 1º Mundial FIFA e conquista do Campeonato Brasileiro de Futsal, com um time formado pelo craque Manoel Tobias e outras estrelas.

De todas essas conquistas vascaínas, talvez uma tenha peso e importância ímpares na história do clube: a da Copa Mercosul.

No dia 20 de dezembro, em um dia onde tudo parecia dar errado para o Gigante da Colina e depois de sair derrotado pelo Palmeiras por 3 a 0 no primeiro tempo do terceiro jogo da final no Parque Antártica , os vascaínos vieram focados somente na recuperação após o intervalo. O time que acabara de receber Joel Santana como técnico (o então técnico Oswaldo de Oliveira deixou o Clube nas vésperas da decisão), buscou forças quando tudo parecia definido. Quatro gols foram feitos em pouco mais de 45 minutos. Jogadores como Romário, Juninho Paulista e Viola foram os maestros de uma das viradas mais emocionantes da história do futebol. E um placar final de 4 a 3 e com muita vibração por parte dos cruzmaltinos concedeu o título da Mercosul de 2000 para o time da cruz de malta.

Videos

Rolé no Rio - Leandro Castan

desenvolvido por: