Em 24/08/2016 às 16h23


Símbolo de superação, Susana Schnarndorf revela expectativa para os Jogos Paralímpicos

Por: Marcella Macedo

Aos 48 anos, Susana Schnarndorf Ribeiro vive a expectativa de participar pela segunda vez dos Jogos Paralímpicos, mas agora, dentro de casa. A gaúcha será mais uma representante do Vasco da Gama no evento internacional e garante que irá atrás do tão sonhado ouro. Além da nadadora, o Gigante da Colina conta com mais dez paratletas na competição.

– Disputar esses Jogos aqui no Brasil é o sonho de qualquer atleta brasileiro e estou podendo realizar o meu. Agora, na reta final da preparação, o que chamamos de fase de polimento, treino forte para estar em excelente forma. Pretendo melhorar minha marca, em consequência lutar por uma  medalha. Quero trazer esse ouro para o nosso país – destacou.

Antes de descobrir a rara doença degenerativa, chamada MSA, múltipla atrofia dos sistemas, que paralisa toda a musculatura corporal e afeta principalmente o pulmão, Susana sagrou-se pentacampeã brasileira no triatlo, modalidade que integra natação, corrida e ciclismo. Foi em 2010, cinco anos após os primeiros sintomas aparecerem, que a vascaína começou a competir pelo esporte paralímpico.

– Comecei na natação convencional desde pequena, mas só aos 20 anos que eu resolvi praticar o triatlo. Como triatleta,  conquistei cinco brasileiros e tive treze participações no Ironman. Há seis anos venho disputando no paradesporto, mas para mim, fazer essa mudança foi bem tranquilo, pois só tive que passar a entender que eu não conseguiria nadar os mesmos tempos de antes, que agora meu corpo tinha maiores limitações – afirmou Susana.

A primeira convocação paralímpica da cruzmaltina aconteceu em 2011, quando viajou para o Parapan-Americano, em Guadalajara, onde conquistou seu primeiro bronze nos 400 metros livre. No ano seguinte, a vascaína foi para Londres, participar dos Jogos Paralímpicos. Entretanto, ela admite que 2013 é o ano queridinho da atleta.

– Foi de fato um ano muito especial. Fui para Montreal, no Canadá, e lá me tornei campeã mundial dos 100 metros peito e fiquei em terceiro lugar nos 400 metros livres. Na época ainda nadava na classe SB6. Além disso, fui eleita pelo Comitê Paralímpico Brasileiro como a atleta do ano – comentou a nadadora.

Confira as datas e as provas em que  Susana estará competindo nos Jogos Paralímpicos Rio 2016:

Dia 8 – 200 metros livre

Dia 9 – Revezamento misto

Dia 11 – 100 metros peito

Dia 12 – 50 metros livre

Dia 15 – 200 metros medley

image
Susana Schnarndorf quer fazer bonito nos Jogos Paralímpicos - Foto: Divulgação

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: