Em 14/08/2014 às 15h44


Mauro Galvão elogia a equipe do Vasco para a Libertadores

Por: Vasco.com.br

O Vascão, após 11 anos de fora da Libertadores, estreia nesta quarta-feira (08) contra o Nacional (URU), às 22h, em São Januário. O eterno Capitão América da Colina, Mauro Galvão, pediu no seu aniversário de 50 anos o título da competição. O lendário zagueiro em entrevista exclusiva para o site oficial, contudo, salientou a dificuldade do principal torneio da América do Sul.

- A Libertadores é muito disputada, times de qualidade. Tem seis clubes brasileiros. Vai ser muito equilibrada, a disputa vai ser grande. Mas o Vasco tem um bom time, um bom elenco que está entrosado. Isso pode ser um diferencial nessa disputa – analisou em entrevista exclusiva ao site.

Mauro Galvão foi o capitão da conquista da Libertadores de 1998 e sabe muito bem da importância do posto perante ao grupo, que, na época, contava com Juninho Pernambucano, atual detentor da braçadeira, no elenco. Segundo o ex-zagueiro, ela está em ótimas mãos devido ao histórico do meia no clube e pelo seu prestigio com os torcedores.

- Está bem entregue. Ele é um jogador que tem experiência e identificação com a torcida. A questão do capitão é bem importante. Os jogadores estão bem e querem buscar o título. Estamos bem representados pelo Juninho – disse Galvão.

O Capitão América, que quando foi campeão já estava com 36 anos, acredita na importância de jogadores experientes no elenco para passar os aprendizados de participações passadas aos mais jovens. Isso sendo é um dos trunfos do Cruz-Maltino para uma grande campanha.

- É fundamental. É bom ter jogadores experientes na equipe, nos momentos importantes é bom ter alguém que já tenha passado por aquilo. Foi o que procurei fazer na época. Hoje o Vasco tem o Prass, Eduardo Costa, Alecsandro, Juninho e Felipe que têm experiência para jogar a Libertadores. Por isso, acho o Vasco está preparado e tem um elenco bem afinado – finalizou o eterno camisa 4.

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: