Em 14/08/2014 às 15h44


De virada, Vasco vence sua primeira partida na Libertadores

Por: Vasco.com.br

O Vascão, com sua armadura templária, conseguiu sua primeira vitória na Libertadores 2012, nesta terça-feira (06), em São Januário, ao bater o Alianza Lima (PER) por 3 a 2. Os gols vascaínos foram marcados por Christian Ramos, contra, Dedé e Juninho. O resultado coloca a equipe da Colina na segunda colocação com três pontos ao lado do Nacional (URU).

O jogo

Vasco domina a primeira etapa

Cristóvão Borges escalou os jogadores que foram poupados na partida do último sábado (03) para o confronto diante do Alianza Lima (PER). Felipe voltou para o banco de reservas e Eder Luis acabou sendo vetado após realizar um teste no vestiário.

O Vascão começou em cima do adversário, que ficava da defesa à espera dos contra-ataques. Logo no início, Juninho lançou Diego Souza na área e o meia finalizou, sem muita força, para o goleiro Libman defender em dois tempos. Aos 12 minutos, Willian Barbio foi à linha de fundo e chutou cruzado. Alecsandro, livre na área, se esticou todo, mas não alcançou a bola.

Em um chutão para frente, Jonathan Charquero ganhou de Rodolfo no alto para arrancar em velocidade e abrir o placar. Após o gol, a torcida vascaína colocou fogo no caldeirão de São Januário e o Gigante da Colina empatou aos 19 minutos. Diego Souza arranca e toca para Willian Barbio aberto pela direita em velocidade. O jovem atacante cruzou rasteiro e Christian Ramos, ao tentar cortar o passe, desviou para dentro da sua baliza.

O Trem Bala da Colina, incentivado pelo apoio os torcedores, conseguiu a virada com Alecsandro em uma cabeçada depois de um cruzamento vindo de Diego Souza, mas o árbitro anulou o tento devido ao impedimento do artilheiro de São Januário. Depois do susto, o Alianza se fechou no campo defensivo, enquanto o Vasco, com as investidas de Willian Barbio, porém os ataques do Cruz-Maltino eram parados pelas faltas excessivas dos peruanos.

Por causa delas, o Reizinho pode usar sua especialidade para levar perigo ao goleiro Libman por duas vezes. As cobranças, contudo, foram para fora. Aos 41 minutos, Dedé tabelo com Willian Barbio e cruzou para Alecsandro. O camisa 9 finalizou de letra, mas a zaga peruana conseguiu bloquear o lance. Quando os jogadores estavam descendo para o vestiário, a torcida começou a gritar o nome de Felipe acantar que o Vasco é o time da virada.

Trem Bala volta com tudo e vira o jogo

Cristóvão Borges atendeu ao pedido da torcida e colocou o Maestro em campo no lugar Eduardo Costa. Com isso, o meio de campo do Vasco ficou formado por um losângulo com Felipe e Juninho mais recuados e com Diego Souza a frente dos ídolos.

O Trem Bala da Colina voltou com tudo para a segunda etapa! Juninho lança Barbio que cruza e o goleiro espalma, mas a bola acaba batendo na mão de Carmona e o juiz mar o pênalti. Como já tinha o cartão amarelo, o jogador do Alianza foi expulso. Alecsandro, porém, acabou acertando o travessão na cobrança.

O Vascão continuou pressionando o adversário. Barbio abriu para Juninho pela direita, o meia vai ao fundo e se esticou todo, conseguindo cruzar rasteiro. Na área, Alecsandro toca e o goleiro Libman quase falha. Instantes depois, Juninho Pernambucano acertou a trave em grande cobrança de falta.

Após ficar muito tempo em cima dos peruanos, o Gigante da Colina virou o placar com o Mito Dedé de cabeça em escanteio batido por Fagner para a alegria da nação vascaína. Aos 22 minutos, o camisa 23 do Vasco sofreu novo pênalti para o Cruz-Maltino, mas Alecsandro desperdiçou a oportunidade.

Muito superior em campo, o Trem Bala quase ampliou em grande jogada de Felipe. O Maestro faz um carnaval pela esquerda e toca para Diego Souza chegar batendo forte para fora. Aos 26 minutos foi a vez de Willian Barbio levar perigo à baliza adversário. O jovem atacante arriscou um chute de longe, porém o goleiro salvou o seu time.

Aos 35 minutos, Nilton sofreu mais um pênalti para o Vasco. Desta vez o Reizinho foi para a cobrança e a converteu. A torcida, imediatamente, começou a gritar o nome de Alecsandro. O Alianza Lima ainda diminuiu com Ibañes, mas a o Trem Bala venceu sua primeira partida na Libertadores em mais uma virada vascaína.

Próximo jogo:

O Vasco agora enfrentará o Madureira  neste domingo (11), às 16h, em São Januário em parida válida pela Taça Rio.

FICHA TÉCNICA
VASCO 3 X 2 ALIANZA LIMA (PER)

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 6/3/2012 - 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Diego Abal (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Juan Delatti (ARG)
Cartões amarelos: Carmona (ALI)
Cartões vermelhos: Carmona (ALI)
Gols: Jonathan Charquero , 16'/1ºT (0-1); Christian Ramos (contra), 19'/1ºT (1-1); Dedé, 19'/2ºT (2-1); Juninho, 35'/2ºT (3-1); Ibañes, 40'/2ºT (2-1)

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Rodolfo (Douglas - intervalo) e Thiago Feltri; Eduardo Costa (Felipe - intervalo), Nilton, Juninho e Diego Souza; William Barbio e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.

ALIANZA LIMA (PER): Libman; Giancarlo Carmona, Christian Ramos, Walter Ibáñez, Manuel Corrales, Albarracín, Jorge Bazán (Vilamarín - 7'/2ºT), Edgar Gonzáles, Montaño (Fernandez - 24'2ºT), Hurtado, Jonathan Charquero (Aroe 17'/2ºT). Técnico: José Soto.

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: