Em 09/06/2019 às 10h34


Carinho da torcida e preleção de arrepiar: o retorno de Fernando Miguel

Por: Carlos Gregório Júnior

São Januário, Rio

Além da primeira vitória no Campeonato Brasileiro, a partida contra o Internacional foi também marcada pelo retorno de Fernando Miguel à meta cruzmaltina. Em virtude de um problema na panturrilha direita, o goleiro precisou ficar um mês e meio afastado dos gramados, desfalcando assim a equipe do Vasco da Gama no início de sua participação na principal competição nacional.

image
Fernando Miguel em ação contra o Internacional- Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

A volta do "Barba" foi bastante comemorada pelos torcedores ao longo da semana, e o carinho ficou evidente antes mesmo da bola rolar. Ao pintar no gramado de São Januário para o trabalho de aquecimento, Fernando Miguel viu seu nome ser o mais exaltado entre os vascaínos. O mesmo aconteceu durante os 90 minutos, quando o arqueiro teve influência direta no placar favorável.

- Foi um jogo muito difícil. Enfrentamos o Internacional, uma equipe muito importante no cenário do futebol brasileiro, um time bastante forte. Conseguimos esse resultado positivo graças ao apoio do nosso torcedor e a força do nosso elenco. Esses três pontos eram fundamentais para a gente começar a reverter essa situação, apontar para cima e a subir de vez na tabela de classificação do Brasileiro - comentou o camisa 1 após o confronto.

Se nas arquibancadas o retorno do experiente goleiro trouxe tranquilidade, internamente, no vestiário, a palavra que pode resumi-lo é motivação. Foi Fernando Miguel que chamou a responsabilidade e discursou para os companheiros antes da bola rolar (veja os bastidores da partida abaixo), justificando assim a escolha do experiente treinador Vanderlei Luxemburgo, que o deu a faixa de capitão.

- Antes de mais nada, usar a faixa de capitão é uma honra para mim. Colocar essa faixa num clube como o Vasco, que possui uma imensa tradição, é algo incrível e bastante especial, mas não podemos esquecer valorizar todos os outros líderes que temos nesse elenco, casos do Pikachu, do Werley e do Castan. Todos são jogadores que possuem imensa capacidade e são tão importantes quanto eu. Hoje estou com a faixa, mas muitos outros também podem exercer a função - afirmou o goleiro Fernando Miguel.

Bastidores da vitória sobre o Internacional e discurso de Fernando Miguel:

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: