Em 29/11/2019 às 14h28


Grasseli fala sobre retorno ao Vasco e expectativa para disputa da Copa RS

Por: Assessoria de Imprensa

São Januário, Rio de Janeiro

O Vasco acertou no início da semana o retorno de Alexandre Grasseli. Coordenador técnico da base em boa parte do ano de 2018, o profissional voltou ao clube para assumir o comando da equipe Sub-20. Ele já teve os primeiros contatos com o grupo de jogadores e iniciou a preparação para a disputa da Copa RS, que começa na próxima semana. Em bate-papo com o Site Oficial, Grasseli falou sobre a estrutura vascaína nas categorias de base, sobre o que o motivou nesta volta e como ele encontra o elenco que comandará. 

image
Alexandre Grasseli durante o treinamento da equipe Sub-20 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

- Foi uma honra ter participado do início desse projeto. Acreditei na ideia do Brazil e no potencial do Vasco em relação a formação. Foi um início muito interessante. Era uma função nova, mas no ano que fiquei aqui, acredito que alcançamos a maioria dos objetivos. Agora, retornando com o projeto mais estruturado, amadurecido, a gente percebe que a sequência foi muito boa. O Vasco, no que se refere a categoria de base, tem uma metodologia já desenvolvida e isso acontece do Sub-6 ao Sub-20. O que é extremamente importante para o processo de formação. No Sub-20, em especial, encontrei um elenco muito qualificado, acostumado a decisões, apesar de ser um time praticamente renovado para a Copa RS, mas vejo como um momento importante devido a todos esses fatores e vejo que aumenta a responsabilidade de dar sequência a um trabalho que vem acontecendo de maneira positiva - disse o treinador.

Na edição de 2018, o Cruzmaltino chegou até a semifinal da Copa RS. Neste ano, a equipe está no Grupo C da competição, ao lado de Defensor Sporting Club (URU), Racing Club de Avellaneda (ARG) e Palmeiras. O novo comandante da equipe Sub-20 dos Meninos da Colina falou sobre o trabalho realizado pelo antecessor Marcos Valadares, explicou como pretende implementar seu estilo com o grupo e o que o torcedor vascaíno pode esperar para esta competição.

image
Treinador já trabalhou no Vasco e conhece boa parte do elenco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

- O Marcos Valadares dispensa comentários em relação a competência e tudo que ele fez aqui no Vasco. Evidentemente, é um novo comando, eu tenho as minhas ideias mesmo sabendo que o clube tem uma metodologia de trabalho. Algumas ideias pontuais, cada treinador tem a sua. Para essa competição, acho um pouco complicado uma mudança drástica. Conseguimos nestes três, quatro dias de trabalho, colocar um pouco o que a gente pensa em relação a formação tática, comportamento do jogador... sinto que foi bem aceito pelo grupo. Compartilhamos muitas ideais e chegamos a algumas definições para levar ao Rio Grande do Sul. Tenho falado com eles sobre a importância de conquistar títulos, pensar grande. Não vai ser diferente. O Vasco vai sempre buscar as primeiras colocações - afirmou Grasseli, que por ter trabalho no clube em 2018, tem um conhecimento de grande parte do grupo:

- Eu conheço praticamente 80, 85% do elenco. Acompanhei desde o Sub-17 até a virada pro Sub-20. Acredito que a Copa RS é uma competição para buscarmos as primeiras colocações, mas também observar de um modo geral os jogadores e o comportamento da equipe visando também a Copa São Paulo. É praticamente o mesmo grupo nas duas competições e nos dá a segurança de brigar pelo topo nas duas competições. Em relação ao tempo de trabalho, acredito que a experiência de mais de 20 anos trabalhando na base já nos dá e encurta alguns caminho para saber até onde vamos, até onde cobra, onde aperta. O mais importante é a organização que encontramos aqui e os jogadores percebem isso. Quando você chega e tenta influenciar positivamente neste bom ambiente, as coisas tendem a funcionar de forma positiva.

FICHA TÉCNICA
Nome: Alexandre Grasseli de Souza
Nascimento: 05/05/1974
Nacionalidade: Brasileiro 
Clubes: América-MG, Cruzeiro, Tupi-MG (Profissional), Nacional-MG (Profissional), Atlético Petróleos de Luanda-ANGOLA (Profissional), Rio Branco-SP (Profssional), Sport (Auxiliar Técnico), Vasco (Coordenador Técnico da base)

Títulos: Campeão Mineiro Sub-15 (América-MG/2004), Campeão Mineiro Sub-20 (América-MG/2008), Campeão Brasileiro Sub-20 (Cruzeiro/2010), Campeão Dallas Cup (Cruzeiro/2010), Campeão Terborg e Den Haag (Cruzeiro/2011), Campeão Mineiro Sub-17 (Cruzeiro/2006. 2007 e 2009)


Comente essa notícia

Videos

Rolé no Rio - Leandro Castan

desenvolvido por: