Em 14/08/2014 às 15h44


Vasco luta, mas perde para o Grêmio em Porto Alegre

Por: Fabio Ramos

O Vasco lutou pela vitória, mas foi superado por 2 a 0 pelo Grêmio nesta quarta-feira (29), no Olímpico, em Porto Alegre. Com o resultado, a equipe cruz-maltina permanece na quarta colocação, com 35 pontos. O Trem Bala da Colina agora se prepara para enfrentar a Portuguesa, em São Januário, neste sábado, às 21h.

O jogo

Vasco começa bem, mas sofre pressão e sai em desvantagem

O Grêmio era quem jogava em casa, incentivado pela torcida, que compareceu em grande número, motivado pelos resultados recentes. Precisando vencer, para se recuperar e começar com o pé direito o segundo turno, o Vascão começou com tudo, forte na marcação e explorando alguns contra-ataques, trocava passes no campo de defesa e esperava o momento certo para atacar.

Porém, quem chegou com perigo foi a equipe gaúcha, aos 24, com Pará, após um forte chute que passou à direita de Fernando Prass. Aos 30, mais um ataque gremista, dessa vez Kléber aproveitou uma falha de marcação da zaga vascaína e arriscou de fora da área. Novamente a bola passou à direita de Prass. Dois minutos depois, após uma bela troca de passes, Kléber, de novo ele, fica cara a cara com o arqueiro cruz-maltino, que praticou uma grande defesa.

No restante da etapa, o Grêmio passou a ter mais posse de bola, entretanto sem conseguir furar a zaga do Gigante da Colina. Contudo, Marcelo Moreno, aos 41, abriu o placar. Após confusão na área e mais uma grande defesa de Prass, o boliviano empurrou para o fundo das redes.

O primeiro tempo se resumiu em muitos passes errados e com as duas equipes se estudando bastante. O Vascão começou bem, mas cedeu à pressão dos mandantes e foi para o intervalo em desvantagem.

Grêmio amplia, Vasco reage, mas não evita a derrota

Mais ofensivo com a entrada de Tenorio, no lugar de Barbio, o Vascão foi com tudo em busca do empate. Porém, o segundo tempo começou da mesma forma que terminou o primeiro. Com o Grêmio fazendo pressão e, logo aos cinco minutos, Marcelo Moreno quase faz o segundo. A bola acabou saindo para escanteio.

A resposta do Vasco foi rápida, aos sete minutos, Tenorio ganhou a dividida com o zagueiro Naldo e saiu livre em direção ao gol de Marcelo Grohe, mas o juiz paralisou o jogo alegando mão do atacante cruz-maltino, para revolta dos jogadores.

Após mais um erro de passe no meio campo, o Grêmio armou um rápido contra ataque e Kléber, contando com um desvio em Dedé, ampliou para os gaúchos. Com isso, o técnico Cristóvão Borges decidiu mudar o time, colocando Pipico e Wendel, no lugar de Carlos Alberto e Felipe, respectivamente, para dar mais velocidade ao ataque e uma melhor qualidade ao passe.

As mudanças surtiram efeito, aos 25 minutos, Alecsandro arriscou um belo chute de fora da área que assustou Marcelo Grohe. Instantes depois, após cabeceio de Eduardo Costa e Tenorio, Grohe e Naldo evitaram, de forma incrível, o gol do Gigante da Colina. Wendel, que conseguiu dar uma nova cara ao Vasco nesta segunda etapa, cobrou mais uma falta venenosa, a bola chegou a tocar na trave, após desvio de Douglas, por pouco o Trem Bala não faz o primeiro.

No fim da partida, aproveitando-se de um nervosismo momentâneo do Vasco, Zé Roberto quase fez o terceiro para o Grêmio. O meia cabeceou a bola na trave, Prass salvou em cima da linha e, em seguida, André Lima chutou em cima da zaga vascaína, dando números finais à partida.

Próximo jogo

O Vasco agora enfrentará a Portuguesa, neste sábado (01), às 21h, em São Januário.

Ficha técnica
GRÊMIO 2 X 0 VASCO

Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre (PA)
Data-Hora: 29/8/2012 - 22h00 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO)
Cartões amarelos: Leandro (Grêmio); Felipe (Vasco)
Gols: Marcelo Moreno, 41/1ºT (1-0); Kléber, 12/2ºT (2-0)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Naldo e Anderson Pico; Fernando, Souza, Marquinhos (Marco Antônio, 18/2ºT) e Zé Roberto; Kleber (André Lima, 30/2ºT)e MarceloMoreno (Leandro, 18/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VASCO: Fernando Prass, Auremir, Dedé, Douglas, William Matheus, Nilton, Eduardo Costa, Felipe (Wendel, 16/2ºT), Carlos Alberto (Pipico, 16/2ºT), Willian Barbio (Carlos Tenorio, intervalo) e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: