Em 14/08/2014 às 15h44


Vasco perde para o Corinthians no Pacaembu

Por: Fabio Ramos

Sem Dedé até o início do ano que vem, o Vascão entrou em campo neste sábado (27), no estádio do Pacaembu, para enfrentar o Corinthians e manter viva a chance de vaga para a Libertadores 2013. Porém, em campo, o Gigante da Colina não conseguiu superar o rival e acabou perdendo por 1 a 0. Com o resultado o Vasco caiu para o sexto lugar, com 50 pontos, dois a mais que o Botafogo, que enfrenta, às 18h30, o Atlético-GO, no Engenhão.

O jogo
Primeira etapa equilibrada

O Vascão começou partindo para cima do Corinthians. Aos três, Marlone puxou contra-ataque e tocou para Éder Luis que, ao tentar um cruzamento, acabou ganhando escanteio. Na cobrança de Juninho, aos quatro, Cássio mandou a bola para longe da área. Aos nove, Juninho inverteu o jogo para Marlone que, ao dominar, acabou ganhando novo escanteio. Quatro minutos depois, o Vasco conseguiu mais uma roubada de bola, Jonas dominou e tentou o cruzamento, mas o assistente marcou impedimento de Carlos Alberto.

Aos 19, Nilton roubou a bola no meio de campo, se livrou dos marcadores e tocou para Carlos Alberto. O camisa 10 vascaíno bateu de primeira, mas a bola acabou saindo em tiro de meta. Aos 23, após novo cruzamento de Juninho, Cássio se chocou com Carlos Alberto ao tentar defender e ambos ficaram caídos. Aos 28, a primeira grande chance do Corinthians. Após bela jogada do atacante Martínez, Fernando Prass praticou ótima e difícil defesa, salvando o Gigante. Na sequência, Jogas jogou para escanteio.

Aos 32, Douglas fez boa jogada e cruzou, mas Renato Silva subiu e afastou o perigo. Aos 39, Romarinho recebeu lançamento, saiu da marcação, mas bateu por cima. Em resposta, dois minutos depois, Marlone cruzou, mas Cássio saiu bem do gol e praticou a defesa. No minuto seguinte, em cobrança de falta de Fellipe Bastos a bola tocou na trave. Por muito pouco o Gigante da Colina não abriu o placar. Aos 47, Carlos Alberto saiu na cara do goleiro Cássio, que praticou a defesa.

Com três minutos de acréscimos, o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden encerrou o primeiro tempo, que foi bastante equilibrado. Com chances para ambas as equipes, os goleiros, quando exigidos, foram bem.

Corinthians abre o placar e se fecha

Sem alterações as duas equipes voltam para a segunda etapa. Logo aos dois minutos, após cruzamento de Alessandro, Martínez cabeceou e Fernando Prass salvou o Vasco. Em resposta, aos quatro, Marlone cruzou para Éder Luis, mas o atacante cabeceou para fora.

Aos 13, Douglas cruzou e o atacante peruano Paolo Guerrero aproveitou o bate-rebate na área vascaína e chutou para o gol, sem chances para Fernando Prass. Aos 17, Martínez roubou a bola de Jonas e deixou o meia Douglas na cara de Fernando Prass, que fechou o ângulo e o obrigou a devolver para Martínez que, dessa vez, tocou para Guerrero, mas o zagueiro Douglas afastou o perigo.

Aos 27, Douglas cobrou falta para o Corinthians. A bola foi direta para o gol e quase encobriu o goleiro vascaíno, que se esticou e praticou ótima defesa, salvando o Vasco. Aos 34, após cobrança de falta de Juninho, foi a vez de Cássio evitar o gol, salvando o Corinthians. Sem muita emoção e com dois minutos de acréscimos o árbitro encerra a partida.

O gol no início da segunda etapa mexeu com o Vasco, que não conseguiu ultrapassar a forte marcação feita pelo Corinthians. Com a derrota, o Gigante da Colina caiu para o sexto lugar, com 50 pontos, dois a mais que o Botafogo, que enfrenta, às 18h30, o Atlético-GO, no Engenhão.

Próximo jogo

O Vasco volta a campo no próximo domingo (04/11), às 17h, onde recebe a equipe do Sport, em São Januário.

Ficha Técnica
CORINTHIANS 1 X 0 VASCO

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 27/10/2012 - 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO) e Janette Mara Arcanjo (FIFA/MG)
Cartões amarelos: Paolo Guerrero (CORINTHIANS); Éder Luis (VASCO)
Gols: Paolo Guerrero, 13/2ºT (1-0);

CORINTHIANS: Cássio, Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Douglas, Romarinho (Jorge Henrique, 24/2ºT), Douglas (Guilherme, 43/2ºT) e Martinez (Edenílson, 33/2ºT); Guerrero. Técnico: Tite.

VASCO: Fernando Prass, Jonas, Renato Silva, Douglas e Wendel; Nilton, Fellipe Bastos (Thiago Feltri, 21/2ºT), Juninho e Marlone (Jhon Cley, 28/2ºT); Eder Luis (Maicon Assis, 14/2ºT) e Carlos Alberto. Técnico: Marcelo Oliveira.

Comente essa notícia

Videos

#JamaisTerásACruz

desenvolvido por: