Sub-15 goleia o Flamengo, vira no agregado e está na final da Copa Rio

sexta-feira, 20/05/2022

Por: Matheus Babo, Gávea

O Sub-15 venceu o Flamego por 4 a 1 nesta sexta-feira (20/5), na Gávea, pela volta das semifinais da Copa Rio, e garantiu a classificação para a final da Copa Rio. Os gols vascaínos foram marcados por Léo, Rodrigo Pacujá, Matheus Santana e Isac. O adversário vascaíno na decisão será o vencedor de Botafogo e Fluminense.

Foto: Matheus Lima/Vasco

O JOGO

A primeira boa chegada do Vasco foi aos 2 minutos, após escanteio, Ewandro recebeu escorada de Lipão, mas não pegou em cheio. Aos 7, Breno puxou da esquerda para o meio e tentou o passe para Alex na ultrapassagem, mas a defesa afastou. Aos 11, Alex recebeu na área e bateu dividindo com o goleiro, ganhando o escanteio. Aos 17, Lipão foi derrubado na área e a arbitragem marcou pênalti, mas o camisa 9 acabou desperdiçando.

Aos 24, Lipão recebeu em profundidade, mas foi travado na hora da batida. A pressão surtiu efeito aos 26. Após duas tentativas, Léo bateu e abriu o placar: VASCO 1 a 0. Aos 32, Enzo tentou o chute colocado e parou na boa defesa do goleiro adversário.

Precisando de mais dois gols, o Vasco começou a segunda etapa com tudo e chegou ao ataque logo no primeiro minuto, com Luchi. Aos 3, Lipão ajeitou para Enzo bater de primeira, mas a zaga afastou para escanteio. Um minuto depois, Ramon fez falta como último homem, levou o segundo amarelo e acabou expulso. Aos 12, o adversário também teve um jogador expulso.

Aos 22, Lipão tentou de voleio após passe de Matheus Santana e quase marcou. Aos 23, Matheus Santana arriscou de fora, o goleiro espalmou e Lipão cruzou para Rodrigo Pacujá conferir: VASCO 2 a 0. Dois minutos depois, Alex arrancou na esquerda e cruzou para Rodrigo Pacujá cabecear por cima. Aos 29, o atacante adversário invadiu a área, foi derrubado e o árbitro marcou pênalti, que cobrou forte e descontou: 2 a 1. Aos 34, o goleiro saiu mal e Matheus Santana bateu por cima, de longe, para ampliar: VASCO 3 a 1. Já nos acréscimos, Juninho bateu escanteio na cabeça de Isac, que mandou no canto e garantiu a classificação: VASCO 4 a 1.

Escalação do Vasco: Victor Alemão, Léo (Matheus Santana), Bruno, Pedro Castro e Alex; Ramon Rique, Enzo (Juninho) e Ewandro (Isac); Breno, Luchi (Rodrigo Pacujá) e Lipão – Técnico: Douglas Coelho

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo