Sub-17 goleia o Flamengo e segue na liderança da Copa Rio

sábado, 30/04/2022

O Sub-17 venceu o Flamengo de virada por 4 a 1, neste sábado (30/4), na Gávea, e manteve a liderança isolada da Copa Rio. Os gols vascaínos foram marcados por GB (2), Estrella e Rayan.

O próximo compromisso dos Meninos da Colina será na quinta-feira (5/5), às 15h30, diante do Internacional, em São Januário, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Foto: Matheus Lima/Vasco

O JOGO

A primeira chegada ao Vasco foi logo no primeiro minuto. André tentou achar Rayan, mas a defesa afastou. Aos 6, Rayan carregou bem a bola até a área e tentou o cruzamento para GB, mas o goleiro antecipou. Aos 9, o adversário abriu o placar: 1 a 0. A reação foi rápida. GB recebeu na área e foi derrubado na área. Pênalti que ele mesmo cobrou para empatar: 1 a 1. Aos 17, GB recebeu em profundidade e dividiu com o goleiro. Na sobra, Kevyn Taylon tentou o chute, mas foi derrubado.

Aos 28, Kevyn Taylon arriscou um chutaço da intermediária e quase virou o placar. Aos 40, André recebeu de Rayan da esquerda, mas demorou para bater e acabou travado. Aos 42, André tentou da entrada da área, mas a bola saiu.

Foto: Matheus Lima/Vasco

A primeira boa chegada do Vasco na segunda etapa foi aos 7. Rayan lançou GB na direita e o camisa 9 cruzou para Estrella, que driblou o zagueiro e tocou na saída do goleiro para virar o placar: VASCO 2 a 1. Aos 22, Rayan botou bola na área, Lyncon escorou e Kevyn bateu pro gol, mas a bola desviou e saiu em escanteio. Na sequência, Wanyson botou na trave após a cobrança e quase ampliou.

Aos 25, Rayan recebeu e fez sua jogada característica para ampliar. Cortou pra direita e bateu de canhota, de biquinho: VASCO 3 a 1. Aos 29, Rayan lançou Estrella, que bateu cruzado e quase ampliou. Aos 34, bela triangulação entre Rayan, Estrella e Igor, que bateu de primeira, na trave. Aos 44, Estrella recebeu em profundidade, driblou o goleiro e foi atropelado. Pênalti que GB cobrou com categoria para fechar a goleada: VASCO 4 a 1.

Escalação do Vasco: Phillipe Gabriel, Igor, Lyncon, Wanyson e Pablo (Matheus); Kevyn Taylon (Leandrinho), Caetano (Estrella) e Gabriel Sá (JP); André (Kauan Kelvin), Rayan e GB – Técnico: Gustavo Caetano

 

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo