Sub-17 vence o Inter e garante vaga nas quartas da Copa do Brasil

segunda-feira, 09/05/2022

Por: Matheus Babo, São Januário

O Sub-17 venceu o Internacional por 3 a 1, nesta segunda-feira (9/5), na Morada dos Quero-Queros, e garantiu classificação para às quartas de final da Copa do Brasil. Os gols vascaínos foram marcados por GB, André e Rayan.

Agora, o Vasco aguarda o vencedor do confronto entre Fluminense e Goiás, que se enfrentam na quarta-feira (9/5). O próximo compromisso dos Meninos da Colina na competição será no sábado (14/5), às 11h, diante do Botafogo, no CEFAT. A partida será válida pela ida das semifinais da Copa Rio.

Foto: Divulgação/Vasco

O JOGO

A primeira boa chegada do Vasco foi aos 7. Estrella recebeu na área e tentou o cruzamento para o meio, mas ninguém chegou para conferir. E na segunda chance, aos 12, o gol veio. André recuperou no meio, JP recebeu e botou GB na cara do gol para abrir o placar: VASCO 1 a 0. Com boa vantagem no agregada, o Cruzmaltino controlava o jogo, buscando o ataque de forma organizada.

Aos 26, Estrella recebeu no ataque e tentou arrancar contra dois marcadores, mas acabou travado. Aos 32, André recebeu cruzamento da direita e tentou o desvio de cabeça, mas parou no goleiro. Aos 42, o adversário empatou: 1 a 1. Dois minutos depois, o Vasco respondeu com Leandrinho, em bom chute de fora da área.

A segunda etapa começou com uma boa chance para o Vasco logo aos 2 mimutos. Após Estrella dividir com a defesa, a bola sobrou para Paulinho na direita e ele tocou para André cruzar. Na sobra, JP pegou de primeira e mandou pra fora. Um minuto depois, Rayan soltou em GB, que arriscou de fora e obrigou o goleiro a mandar em escanteio.

Aos 15, Rayan fez grande jogada pela esquerda e tocou para André completar pro gol: VASCO 2 a 1. Aos 33, Leandrinho chegou com muita força ao fundo e deixou Paulinho na boa, mas o lateral pegou mal. Aos 46, Paulinho fez bela jogada e deixou para Paulo Roberto escorar para Rayan completar: VASCO 3 a 1.

Escalação do Vasco: Lecce, Paulinho, Lyncon, Luiz Felipe (Wanyson) e Leandrinho; Matheus (Kevyn Taylon), JP (Gabriel Sá) e Estrella (Gustavinho); Rayan, André (Kauan Kelvin) e GB (Paulo Roberto) – Técnico: Gustavo Almeida

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo