Sub-20 empata com o Nova Iguaçu e avança às semifinais da Copa Rio OPG

quinta-feira, 28/10/2021

Por: Matheus Babo, São Januário

O Sub-20 empatou em 3 a 3 com o Nova Iguaçu, nesta quinta-feira (28/10), no Laranjão, e garantiu a vaga nas semifinais da Copa Rio OPG. Os gols vascaínos foram marcados por Tavares, Marcos Dias e Elias. O adversário da semifinal será o Barra da Tijuca, que eliminou o Boavista. Os confrontos ainda terão data e horário a serem definidos.

Foto: Vitor Brugger/Vasco

O JOGO

A primeira boa oportunidade veio aos 8. Juan deixou Tavares na cara do gol e o camisa 9 bateu forte para conferir: VASCO 1 a 0. Dois minutos depois, quem recebeu na área foi Juan, que tentou driblar o goleiro. A bola ainda sobrou para Marcos Dias que bateu firme, mas acabou travado pelo defensor adversário. Aos 25, Juan fez bela jogada pela direita e cruzou para Marcos Dias, que bateu por cima.

Aos 21, Juan arrancou pelo meio e deixou Marlon Santos na boa. O camisa 10 ajeitou e bateu forte, mas parou na boa defesa do goleiro. Aos 30, Juan recebeu lançamento de JP Galvão, invadiu a área, mas bateu em cima do goleiro. A0s 43, o Vasco errou na saída de bola e acabou levando o empate: 1 a 1.

A primeira chance no segundo tempo foi aos 7. Cachoeira cobrou falta, a bola ficou viva e sobrou para Tavares. O atacante tocou por cima do goleiro e Peres completou para o gol, mas arbitragem assinalou impedimento. Dois minutos depois, Marcos Dias recebeu pela esquerda, puxou pra dentro e bateu por cima.

Aos 18, o adversário marcou mais um, de pênalti: 2 a 1. Aos 27, o adversário ampliou: 3 a 1. Aos 30, Tavares recebeu cruzamento de Julião e cabeceou para o gol, mas parou na defesa do goleiro. Aos 33, Cachoeira cobrou falta com categoria e Marcos Dias desviou de cabeça pro gol: 3-2. Aos 36, Cachoeira cobrou falta com categoria e a bola explodiu no travessão. Aos 43, JP Galvão tabelou com Tavares e cruzou para Elias conferir: 3 a 3.

Escalação do Vasco: Pablo, JP Galvão, Pimentel, Lucas Peres e Julião (Dijalma); Barros (Lucas Eduardo, depois Rodrigo), Erick Marcus (Cachoeira) e Marlon Santos (Diego); Marcos Dias, Juan (Elias) e Tavares – Técnico: Igor Guerra

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo