Sub-20 goleia o Santos e garante vaga nas quartas de final do Brasileirão

terça-feira, 12/10/2021

Por: Matheus Babo, São Januário

O Sub-20 goleou o Santos por 4 a 1, nesta terça-feira (12/10), no CT Rei Pelé, pelo Campeonato Brasileiro. Os gols vascaínos foram marcados por Tavares (2), Rodrigo e MT. Com o resultado, o Gigante garantiu vaga nas quartas de final da competição, terminando a fase classificatória na oitava colocação.

O próximo compromisso dos Meninos da Colina será nesta quinta-feira (14/10), às 10h, diante do Artsul, no Estádio Nivaldo Pereira, pela partida de volta da Copa Rio OPG.

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

O JOGO

O Vasco começou melhor, marcando em cima e tomando a iniciativa do jogo. Apesar do controle, as chances não apareceram. A primeira oportunidade clara veio aos 17, quando MT lançou Tavares e o camisa 9 limpou o goleiro para conferir: VASCO 1 a 0. Aos 20, MT quis consagrar Andrey, que perdeu ótima oportunidade cara a cara com o goleiro. Escanteio que Rodrigo aproveitou a sobra e bateu de primeira para ampliar: VASCO 2 a 0. Aos 41, o adversário descontou de pênalti: 2 a 1.

A segunda etapa começou com o Gigante pressionando e tentando ampliar a vantagem. Aos 4, MT recebeu na área, esticou pra canhota e soltou a bomba, obrigando o goleiro a fazer grande defesa. Aos 9, o Vasco rodou bem a bola no ataque e ela chegou até o lateral Saulo, que bateu forte, muito perto do gol. O terceiro gol quase veio aos 12, Tavares deixou para Saulo, que tocou na saída do goleiro, mas o defensor afastou.

O gol era questão de tempo e saiu aos 17. Caio Eduardo botou na cabeça de Tavares, que completou bonito: VASCO 3 a 1. Aos 28, MT cobrou falta com muita categoria, a bola bateu na trave e o jogador cobrou a arbitragem dizendo que a bola tocou dentro. Aos 42, Róger recuperou no meio, tocou em Rodrigo, que rapidamente ligou em Erick Marcus. O camisa 17 tocou para MT só empurrar para as redes: VASCO 4 a 1.

Escalação do Vasco: Fintelman, Saulo (JP Galvão), Menezes, Zé Vitor e Caio Eduardo (Julião); Rodrigo, Andrey, Marlon Gomes (Róger) e MT; Marcos Dias (Erick Marcus) e Tavares (Juan) – Técnico: Igor Guerra

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo