Vasco é superado nos pênaltis e se despede da Copinha

sexta-feira, 13/01/2023

Por: João Pedro Isidro, Assessoria de Imprensa

Pela segunda fase da Copa São Paulo de Juniores, o Vasco da Gama empatou em 3 a 3 contra o Ibrachina-SP na tarde desta sexta-feira (13), em Osasco (SP) e se despediu da competição. GB, duas vezes, e Rayan marcaram os gols dos Meninos da Colina.

Foto: Mauricio Rummens

O jogo

O Vasco começou com a posse de bola, trabalhando a bola para chegar ao ataque, enquanto o Ibrachina se defendia e tentava sair nos contra-ataques. A primeira chance do Vasco veio aos 9 minutos, quando Ray cobrou escanteio pela esquerda e GB cabeceou, mas a defesa conseguiu afastar.

Após os 20 minutos, o Ibrachina equilibrou o jogo e passou a criar jogadas no ataque, conseguindo uma finalização na trave. Aos 33 minutos, GB recebeu de Caio Dantas na entrada da área e sofreu falta. Ele mesmo cobrou, com perfeição, para abrir o placar, VASCO 1 a 0. Aos 45, GB invadiu a área pela esquerda e sofreu o pênalti. Rayan cobrou com categoria para ampliar, VASCO 2 a 0.

Rayan cobra pênalti com perfeição (Foto: Mauricio Rummens)

O Vasco conseguiu ampliar logo no início da segunda etapa. Aos 3 minutos, Rayan avançou pela direita e tocou para o meio, a bola sobrou livre para GB chutar e marcar, VASCO 3 a 0. Aos 18 minutos, o Ibrachina conseguiu diminuir a diferença com um belo gol de fora da área. A equipe paulista foi ao ataque no final do jogo e conseguiu o segundo gol em cobrança de pênalti. No último minuto, com todos os jogadores no ataque, conseguiu o empate que levou a decisão para as cobranças de pênalti e levaram a melhor, vencendo por 6 a 5.

Escalação do Vasco: Cadu, Lyncon (Matheus), Victão, Róger e Leandrinho; JP (Pereira), Barros, Ray (André) e Caio Dantas (Luiz Felipe); Rayan (Ykaro) e GB – Técnico: William Batista

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo