Vasco empata com o Londrina em São Januário pelo Brasileirão

sexta-feira, 30/09/2022

Por: Assessoria de Imprensa, São Januário

O Vasco empatou em 1 a 1 com o Londrina, na noite desta quinta-feira (29), em São Januário. O gol vascaíno foi marcado pelo volante Andrey. O próximo compromisso do Gigante da Colina será diante do Operário, na terça-feira (4/10), no Estádio Germano Krüger, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro.

O JOGO

Aos 8, Marlon Gomes recebeu no meio e arrancou em contra-ataque, sendo derrubado na entrada da área. Falta que Nenê cobrou por cima do gol. Um minuto depois, Andrey deixou Raniel na cara do gol, mas o camisa 9 mandou pra fora. Logo na sequência, Paulo Victor cobrou lateral forte na área, o goleiro adversário não segurou e Andrey aproveitou testando pro gol: VASCO 1 a 0. Aos 22, Alex Teixeira recebeu na área, limpou o goleiro e caiu, mas o árbitro mandou seguir.

Aos 17, Nenê cobrou escanteio fechado e o goleiro afastou. Aos 21, Marlon Gomes arrancou pela esquerda, tocou em Nenê na ultrapassagem. O camisa 10 cruzou para trás e Eguinaldo desviou disputando espaço com o zagueiro, parando em boa defesa do goleiro. Dois minutos depois, Eguinaldo arriscou bom chute de fora e ganhou um escanteio. Aos 39, o adversário empatou: 1 a 1. Aos 42, Raniel deixou Andrey de frente pro gol e o camisa 8 buscou o canto, mas mandou pra fora.

O Vasco começou em cima na segunda etapa. Logo aos 2 minutos, Raniel recebeu em profundidade de Marlon Gomes, tentou a cavadinha e parou no goleiro. Dois minutos depois, Figueiredo cruzou da esquerda e Raniel tentou o desvio, que acabou atrapalhando Marlon Gomes. Aos 14, Andrey recebeu lançamento e ajeitou de peito para Alex Teixeira, que bateu pressionado e parou na boa defesa do goleiro.

Aos 20, Alex Teixeira tentou o chute da entrada da área, a bola desviou na defesa e saiu em escanteio. Aos 26, Léo Matos cruzou no segundo pau e Andrey chegou cabeceando por cima do gol. Aos 32, Erick recebeu de Gabriel Pec e bateu cruzado, obrigando o goleiro a fazer uma linda defesa.

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo