Vasco empata com o São Paulo em São Januário pelo Brasileirão

sábado, 07/10/2023

Por: Caio Almeida | Comunicação

Léo Jardim, goleiro Cruzmaltino, defendeu um pênalti ainda no primeiro tempo

Foto: Leandro Amorim / Vasco da Gama

O Vasco da Gama recebeu o São Paulo na noite deste sábado (7), em São Januário, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terminou empatada em 0 a 0.

Com a pausa do Brasileirão por conta da Data FIFA, o Gigante da Colina só retorna aos gramados no dia 18 de outubro, em partida contra o Fortaleza, também em São Januário, às 19h.

Intensidade inicial, Léo Jardim e forte chuva marcam o duelo

O Cruzmaltino tomou a iniciativa logo nos primeiros minutos, pressionando o adversário e buscando rondar a área rival, mas sem sucesso nas investidas. Por sua vez, o São Paulo apareceu na reta final do primeiro tempo. Aos 42 minutos, o árbitro assinalou pênalti para a equipe visitante. Na cobrança, Wellington Rato parou em Léo Jardim, que fez uma incrível defesa.

No segundo tempo, aos sete minutos, Pec acertou a trave após grande jogada e finalização dentro da grande área. O Camisa 11 voltou a aparecer aos 24, quando obrigou o goleiro adversário a realizar uma boa defesa após forte chute. Mesmo buscando aprimorar as jogadas ofensivas, o Vasco não conseguiu vencer a defesa do São Paulo e o jogo terminou empatado sem gols.

Foto: Leandro Amorim / Vasco da Gama

O JOGO:
Vasco da Gama 0x0 São Paulo – São Januário – 07/10/2023 às 18h30

Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA/SC)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (FIFA/GO) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
AVAR: Eder Alexandre (SC)
AVAR 2: Vinícius Gomes do Amaral (MG)

São Paulo: Rafael; Nathan Mendes, Diego Costa, Alan Franco, Caio Paulista (Wellington); Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Michel Araújo), Alisson (David), James Rodríguez (Luciano); Lucas Moura e Wellington Rato (Juan). Técnico: Dorival Júnior.

VASCO: Léo Jardim; Paulo Henrique (Puma Rodríguez), Maicon, Léo, Lucas Piton; Zé Gabriel, Praxedes, Paulinho (Mateus Carvalho), Marlon Gomes (Payet); Gabriel Pec (Figueiredo) e Vegetti. Técnico: Ramón Díaz.

Cartões amarelos: Paulinho, Léo e Maicon (VAS); Nathan Mendes (SAO)

Gols: –

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo