Vasco estreia com vitória na Copinha

quarta-feira, 04/01/2023

Por: João Pedro Isidro, Assessoria de Imprensa

O Vasco da Gama venceu o Capital (TO) por 2 a 1 na estreia do Grupo 29 da Copa São Paulo de Juniores, na noite desta quarta-feira (04/01), no Estádio José Liberatti, em Osasco (SP). Ray e Róger marcaram os gols cruzmaltinos. O próximo compromisso dos Meninos da Colina será no sábado (07/01), às 19h30, contra o Hercílio Luz.

Chuva atrapalhou o jogo (Foto: Mauricio Rummens/Divulgação)

O jogo

Com o campo muito molhado e cheio de poças, a partida começou com muita disputa pela bola no meio do campo e tentativas de jogadas longas. Aos 7 minutos, Julião cobrou escanteio pela direita, a zaga afastou e Paixão finalizou de voleio, mas a bola passou por cima do gol. Aos 14, a bola sobrou para Barros dentro da área, o volante foi travado e ficou com o escanteio. Aos 27, Julião cobrou falta frontal com perigo e a bola passou muito perto do gol.

Aos 36, Rayan recebeu pela direita, cortou para o meio e finalizou. A bola desviou na defesa e saiu pela linha de fundo. Quatro minutos depois, Leandrinho lançou a bola na área, Rayan desviou de cabeça e Ray dominou e chutou com categoria para abrir o placar, VASCO 1 a 0.

Ray comemora o primeiro gol do Vasco na Copinha (Foto: Mauricio Rummens/Divulgação)

No segundo tempo, o Vasco conseguiu ter mais a posse da bola e criar jogadas pelo lado esquerdo, local do campo que estava menos prejudicado por conta da chuva. Aos 19, Ray serviu GB, que virou e chutou, mas o goleiro defendeu. Dois minutos depois, Ray recebeu e finalizou no canto direito do goleiro, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 43 minutos, o Capital conseguiu o empate em bela cobrança de falta. Aos 50 minutos, Matheus cruzou bola na área e Róger testou bonito para garantir os três pontos para os Meninos da Colina, VASCO 2 a 1.

Escalação do Vasco: Cadu, Leandrinho, Victão, Róger e Julião; Lucas Eduardo (Matheus), Barros (JP) e Ray (Caio Dantas); Rayan (Lyncon), GB e Paixão (Ykaro) – Técnico: William Batista

(Foto: Mauricio Rummens/Divulgação)

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo