Vasco inaugura novas instalações do CT de Caxias e hasteia bandeira no local

quarta-feira, 20/01/2021

Por: Bruna Teixeira, São Januário.

Nesta quarta-feira (20/01), o Club de Regatas Vasco da Gama hasteou a bandeira e inaugurou as novas instalações do CT de Caxias. O espaço será destinado exclusivamente para o futebol feminino e futebol de base.

O evento contou com a presença do Presidente da Diretoria Administrativa, Alexandre Campello, membros da diretoria e de Washington Reis, prefeito de Duque de Caxias e Grande Benemérito do Vasco.

As Meninas da Colina, que faziam um amistoso contra a equipe do Projeto Peloirinho, ajudaram a descerrar a placa de inauguração das novas instalações do CT. Depois de inaugurar, em outubro, o CT do Almirante, para o time profissional, o Presidente Alexandre Campello falou com orgulho sobre a entrega de mais um Centro de Treinamento, aumentando e valorizando o patrimônio do Clube.

Celebração da placa de inauguração das novas instalações do CT (Foto: Dikkran Júnior/ Divulgação)

– Para mim representa muito. Primeiro é uma honra como presidente do Clube ter essa conquista de inaugurar dois CTS.  Mesmo com todas as dificuldades que nós enfrentamos, como a pandemia, hastear a bandeira no CT de Caxias é motivo de muito orgulho e especialmente de bastante satisfação. Como vascaíno, fico realizado em saber que o nosso Clube definitivamente entrou no século XXI e começa a reunir as condições que um grande clube precisa ter no cenário nacional – disse Campello, que acrescentou:

– A entrega de hoje (20), do Centro de Treinamento de Caxias, talvez seja motivo de muito mais orgulho, porque faz parte daquilo que eu tracei lá atrás que era valorizar a base entendendo que o Vasco é um clube formador, mas que tinha uma infraestrutura bastante deficiente que precisava de investimento tanto na estrutura, quanto na filosofia de trabalho.

– O Vasco é um Clube diferente. Temos a torcida com o maior engajamento no Brasil, sem dúvida alguma. O Clube não se destaca só pela sua história e tradição, mas também pelo engajamento dos vascaínos. Eu tenho certeza que com a torcida ao nosso lado, apoiando e investindo no Vasco, nós iremos conseguir chegar aonde pretendemos. O recado que eu deixo aqui é para torcida não desistir e incentivar a nossa instituição. O Vasco está no caminho certo- disse o presidente, que resumiu parte da trajetória da sua gestão:

– Nesses três anos do meu mandato foram dadas modificações fundamentais ao Clube em relação a gestão: profissionalização, investimento na base e no patrimônio. Obviamente a comparação que a gente faz é como se o Vasco fosse um transatlântico. Você vira todo leme, mas ele demora até mudar o percurso. O leme foi virado e a máquina está a todo vapor- finalizou Campello.

Alexandre Campello e André Afonso no CT de Caxias (Foto: Dikran/ Divulgação)

Após a cerimônia e o discurso do presidente Campello, o Vice-Presidente de Patrimônio, André Afonso, falou um pouco sobre os desafios enfrentados para o projeto sair do papel e ser concretizado.

– A história do CT de Caxias se confunde muito com a do Vasco. É uma conquista. O terreno foi brigado, então tudo é muito interessante. O local foi doado, mas tentaram nos tomar algumas vezes. Os meus antecessores precisaram expulsar posseiros daqui e tiveram pessoas querendo vender o terreno ilegalmente. O Vasco fincou raíz e hoje o hasteamento da bandeira é muito importante por ser um ato simbólico- relatou André Afonso, que em seguida descreveu alguns benefícios do Centro de Treinamento ser utilizado rapidamente:

–  Já que está acabando a temporada, nós vamos conseguir trazer toda categoria de base para utilizar essas instalações, bonitas e modernas,  que estão chegado ao CT de Caxias. A estrutura foi pensada no futuro do Vasco, então teremos uma instalação no ponto modal excelente e com facilidade de acesso. Os atletas vão ganhar mais de uma hora de deslocamento comparada à distância que era treinar no Artsul. Além disso, tem um ganho financeiro e técnico para o Clube.

É importante enfatizar que o Vasco da Gama sempre se preocupou em apresentar um trabalho impecável e humanizado de formação dos atletas de base. Além disso, foi um dos pioneiros no Brasil a incluir o futebol feminino e orgulhosamente carrega em seu DNA o destaque por defender a inclusão social, logo André comentou sobre o diferencial que será proporcionado pelo Clube para os atletas em formação que passarem pelo CT.

– Vamos oferecer instalações de primeira qualidade. Elas serão tão boas quanto as do Centro de Treinamento profissional. No futuro será até melhor, pois teremos uma estrutura ampla para captar jogadores e depois encaminhar para o profissional- explicou o Vice-Presidente de patrimônio, que finalizou a entrevista falando sobre os próximos objetivos para o CT de Caxias:

– Temos alguns projetos que serão divididos por etapas. No caso a ampliação das instalações já existentes, que estamos contruindo agora, e o grande projeto, mais conhecido como a cereja do bolo, que será a cidade do Vasco. Teremos alojamentos e queremos trazer a filial do Colégio Vasco da Gama para o local. Nós faremos realmente um Centro de Treinamento completo aqui em Caxias para os nossos atletas.

Novas instalações do CT da base e do futebol feminino (Foto: Dikran Júnior/ Divulgação)

 

Vasco da Gama, o time que venceu o racismo