Vasco mostra reação incrível, empata com o Santos e sai do Z-4

domingo, 10/11/2013

Após começar novembro com o pé direito, o Gigante, sob o comando do técnico Adilson Batista, recebeu o Santos na noite deste domingo (10), no Maracanã, pela 33ª rodada do Brasileirão 2013. Mesmo depois da lesão de Juninho e sair perdendo por 2 a 0, o Vasco contou com o forte apoio da torcida vascaína, que lotou o Maracanã, e empatou a partida em 2 a 2. Com o resultado, o Vasco subiu para o décimo sexto lugar, com 37 pontos. Agora, o Vasco volta a campo na próxima quarta-feira (13/11), às 19h30, na Arena do Grêmio, para enfrentar os donos da casa.

O jogo

Vasco sofre com lesões e sai em desvantagem

Empurrado pela torcida vascaína, que lotou o Maracanã, o Gigante começou pressionando o Santos. Com dois escanteios em menos de seis minutos, o goleiro Aranha teve que trabalhar para salvar a equipe paulista. Aos sete, Juninho bateu falta rasteira, mas a zaga adversária afastou. Na cobrança, o Reizinho da Colina acabou sentindo uma lesão e teve que ser substituído por Jhon Cley. Em resposta, no primeiro ataque do Santos na partida, Willian José recebeu na frente, invadiu a área e bateu cruzado, mas a bola saiu em tiro de meta.

Aos 11, em mais um escanteio para o Vasco, Marlone levantou a bola na área, mas Cris cabeceou sem perigo. Após mais uma substituição por lesão, desta vez a de Reginaldo, o Santos foi com tudo ao ataque e abriu o placar com Bruno Peres, após boa jogada individual. Na sequência, aos 26, Gustavo Henrique recebeu cruzamento de Montillo e ampliou. Mesmo com o resultado adverso, a torcida do Vasco não parou de cantar e, aos 28, Edmílson recebeu lançamento na área, dividiu com a zaga e chutou travado, diminuindo o placar.

Aos 31, Fagner lançou André, que se esticou para tocar na bola, mas não conseguiu acertar o alvo. Quatro minutos depois, Montillo avançou pela esquerda e chutou forte para a ótima defesa de Alessandro. Aos 39, o Santos voltou a atacar, mas a zaga do Vasco foi muito bem no lance e ficou com a bola. Dois minutos depois, Marlone, em jogada individual, avançou pelo lado esquerdo do ataque e chutou forte, mas a bola saiu em tiro de meta. Aos 43, Cícero recebeu na entrada da pequena área, mas Alessandro defendeu. Quatro minutos depois, o árbitro encerrou o primeiro tempo.

Vasco reage e por pouco não vence

Sem novas mudanças, o Vasco voltou para a segunda etapa precisando virar a partida. E, logo aos dois minutos, Marlone cobrou falta direta para a área do Santos e Edu Dracena mandou para escanteio. Na cobrança, Gustavo Henrique afastou mal e, na sequência, Jhon Cley sofreu falta. Aos cinco, Marlone cobrou escanteio e Aranha conseguiu tirar de soco. Dois minutos depois, Montillo bateu forte na bola, em cobrança de falta próxima área, mas errou o alvo. Em resposta, Jhon Cley recebeu ótimo cruzamento e cabeceou, mas Aranha fez boa defesa.

Aos dez, Willian José recebeu de Bruno Peres, mas a zaga vascaína conseguiu roubar a bola. Três minutos depois, após uma linda jogada do ataque do Vasco, Marlone bateu colocado e Aranha fez uma defesa espetacular, salvando o Santos. Aos 15, Fagner levantou na área e Jomar ajeitou para Edmílson, que bateu de primeira, mas Aranha defendeu. Na sequência, após desatenção da zaga do Gigante, Montillo saiu na cara de Alessandro, que fez uma ótima defesa. Aos 20, após rápido contra-ataque, Willian José recebeu de Bruno Peres e bateu colocado, mas Alessandro defendeu.

Aos 23, Marlone arriscou de longe, mas a bola passou por cima do gol. Na sequência, André fez boa jogada individual e cruzou mal, Jhon Cley pegou a sobra e chutou forte, mas a bola saiu próxima à trave. Aos 25, Pedro Ken pegou a sobra na entrada da área e chutou forte, mas a bola explodiu na marcação. Cinco minutos depois, Marlone mandou a bola na área, Edmílson dominou e cruzou para Pedro Ken, mas Aranha conseguiu defender. Aos 33, após nova jogada ofensiva do Vasco, André recebeu na área, girou e bateu no canto, empatando a partida.

Aos 37, em novo contra-ataque, Montillo foi travado por Cris e o Santos ganhou escanteio. Na cobrança, a zaga do Vasco afastou. Dois minutos depois, Marlone tocou para Pedro Ken, que dominou e chutou de longe, mas a bola saiu à esquerda do goleiro Aranha. Aos 43, após boa jogada de Fagner pela lateral direita, a zaga do Santos conseguiu fazer o corte. Dois minutos depois, Fagner cruzou na medida para Edmílson, mas Aranha afastou de soco. Na sobra, Pedro Ken chutou colocado, mas a bola bateu na trave. Aos 47, o árbitro encerrou o jogo.

Próximo jogo

Agora, o Vasco volta a campo na próxima quarta-feira (13/11), às 19h30, na Arena do Grêmio, para enfrentar os donos da casa.

Ficha Técnica
VASCO 2 X 2 SANTOS

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 10/11/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Rafael da Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Yotún e André (VASCO); Willian José e Geuvânio (SANTOS);
Gols: Bruno Peres, 22/1ºT (0-1); Gustavo Henrique, 26/1ºT (0-2); Edmílson, 28/1ºT (1-2); André, 33/2ºT (2-2);

VASCO: Alessandro; Fagner, Jomar, Cris, Yotún e Abuda; Pedro Ken, Juninho (Jhon Cley, 10/2ºT – Bernardo, 27/2ºT) e Reginaldo (André, 22/1ºT); Marlone e Edmílson. Técnico: Adilson Batista.

SANTOS: Aranha; Bruno Peres, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison, Arouca, Cícero e Montillo; Geuvânio e Willian José (Alan Santos, 30/2ºT). Técnico: Claudinei Oliveira.